quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Bolha Imobiliária? Analistas projetam melhora no mercado imobiliário em 2013

Não é de hoje que estamos apontando que o mercado imobiliário brasileiro deve passar por um processo de aceleração a partir do final de 2012, iniciando 2013 em um ritmo superior ao observado nos últimos dois anos.

Bolha Imobiliária - SP

Corroborando essa tese, temos hoje uma notícia que informa que analistas preveem melhoria na construção a partir do próximo ano, e que, em 2013, após solucionarem problemas de atrasos de obras e desvios nos orçamentos e incrementar a geração de caixa e a qualidade de seus recebíveis, as construtoras e incorporadoras devem apresentar resultados melhores do que os que tiveram entre 2011 e 2012.

Essa expectativa está amparada no atual momento do setor, com várias obras em processo de conclusão. Esses empreendimentos, muitos lançados em 2008, começam a ser entregues entre o final deste ano. Houve muitos atrasos e isso gerou insatisfação, além de comprometer a margem de tranquilidade que o setor sempre tem.

Os lançamentos de 2011 e 2012 só começaram a gerar saldos positivos a partir de agora, possibilitando perspectivas bem positivas no mercado. Além disso, como as empresas vêm trabalhado com orçamentos mais conservadores, os lucros – e novos investimentos – devem aumentar no mesmo grau. O menor número de lançamentos este ano é reflexo do foco que as empresa têm dado a entrega de projetos e trabalho com estoques remanescentes. Dessa forma, se capitalizam e não comprometem orçamentos futuros.

Os analistas do setor também acreditam que deverá acontecer um crescimento orgânico e ordenado no próximo ano, fruto do patamar mais estabilizado que se tem hoje. O mercado não deve crescer em tamanho, mas em importância e em valores, exatamente por essa organização financeira das empresas.

Fonte

34 comentários:

  1. Mas o autor deste texto se chama Marco Barone.

    Achei que fosse alguma figura expoente de algum organismo reputável. rss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu dou importância aos fatos e não a quem os relatou.

      Excluir
  2. Hahaha, Kássia, vc é engraçada. Eu me divirto contigo!!

    Suponha que os preços dos imóveis caíssem 30, 40% de verdade....o que vc faria?
    (Não me venha com uma resposta do tipo: não vou supor isso porque isso é impossível de acontecer. Quero uma resposta objetiva. Quero saber qual seria sua decisão enquanto agente econômico, não estou perguntando de empentelhamento).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, se os imóveis caíssem 30% ou 40%, eu teria tentado, de forma prévia, antecipar esse movimento. Se eu tivesse indicações razoáveis que esse cenário seria provável, eu iria me desfazer de parte das minhas posições em imóveis e migrar os recursos para renda fixa, esperando a queda de preços. Quando eu achasse que tivesse atingido o fundo do poço, poderia voltar, paulatinamente, a me posicionar nesse tipo de ativo, visando um lucro.

      Excluir
    2. Kassia, você já começou a se desfazer de parte de suas posições em imóveis?
      De qualquer forma relaxe, porque talvez já seja tarde demais...

      Excluir
    3. Não, pois as minhas posições estão sempre com preços muito acima do praticado no mercado. E quando o mercado está chegando no meu preço, eu aumento novamente, pois quero lucrar o máximo possível.
      Estou super relaxada, pois lucrar é realmente bastante reconfortante. E, além disso, sei que o pico de preços ocorrerá em 2013, quando então irei vender.

      Excluir
    4. Bom, então acho que você não está adotando a melhor estratégia...
      Se você "SABE" que o pico de preços ocorrerá em 2013, já deveria ter colocado grande parte dos ativos imobiliários à venda.
      Você sabe o que é liquidez, não sabe?
      Boa sorte...

      Excluir
    5. Kássia, quanto você pagou pelo metro quadrado dos seus imóveis no Setor Noroeste?

      Qual o valor de mercado real (para venda efetiva, e não para efeito de anúncio) para seus imóveis no Noroeste?

      Excluir
    6. Já que você fala em lucrar, poderia nos informar por quanto você pagou e por quanto você já vendeu no Setor Noroeste?

      Excluir
    7. Qual o valor de pico no Setor Noroeste em 2013?

      Excluir
    8. Eu não comprei no setor noroeste para vender. E eu só tenho um lá. O que eu pretendo vender no pico em 2013 são unidades em SP. Em 2009 eu vi que o preço no DF não tinha mais margem para lucros, e optei por investir em SP. E minha estratégia deu certo, pois em SP o mercado está subindo mais que em Brasília há muito tempo.

      Excluir
    9. É Kassia,
      Se alguém ainda achava que você defende a não existência de bolha imobiliária por uma convicção econômico-política-social etc, agora não acha mais.
      Ao afirmar com certeza que o pico ocorrerá em 2013, ainda que para um mercado X, você deixou transparecer a sua verdadeira opinião.
      Você sabe muito bem que estes preços não se sustentarão e não continuarão subindo, pelo menos após 2013 (acho até que você sabe que irão cair).
      Você só afirma o contrário pelo mesmo motivo dos demais "analistas":
      PURA MÁ-FÉ de quem quer realizar o seus ativos pelo maior preço possível.
      Você está apenas defendendo o seu, não é mesmo?
      Tudo bem, a gente já sabia, mas pelo menos vamos deixar isto bem claro!

      Excluir
    10. Se alguém ainda achava que você defende a não existência de bolha imobiliária por uma convicção econômico-política-social etc, agora não acha mais.
      Ao afirmar com certeza que o pico ocorrerá em 2013, ainda que para um mercado X, você deixou transparecer a sua verdadeira opinião.


      O fato de eu achar que o pico dos preços ocorrerá em 2013 não significa que eu acredite que há bolha imobiliária. A minha opinião é que em 2013 ocorrerá uma valorização real nos preços, mas depois disso tenho a impressão que ocorrerá uma estabilização. Acredito nisso pois a perspectiva de crescimento de mais de 4% em 2013 e um cenário com juros ou em queda ou estáveis. Mas em 2014 as projeções até agora indicam uma situação ruim da economia, com baixo crescimento e, possivelmente, juros mais elevados.

      Então, em 2014, mantido o cenário atual, haveria uma estabilização nos preços, pois apesar do PIB baixo, ainda haveria um crescimento baixo, e os juros em elevação seriam contrabalanceados por um uma maior disponibilidade de crédito. Entretanto, 2014 ainda está muito longo, mas, hoje, essa é minha opinião. Por isso que acho que o pico é em 2013.


      Você sabe muito bem que estes preços não se sustentarão e não continuarão subindo, pelo menos após 2013 (acho até que você sabe que irão cair).
      Você só afirma o contrário pelo mesmo motivo dos demais "analistas":
      PURA MÁ-FÉ de quem quer realizar o seus ativos pelo maior preço possível.
      Você está apenas defendendo o seu, não é mesmo?


      Eu nunca falei nada sobre 2014. Estou falando agora. Minha opinião é de preços com pico em 2013 e estabilização depois. Com base nos dados que temos até agora.

      Excluir
    11. Ok...
      Então você não acredita mais que "quem não comprar agora irá pagar mais caro no futuro", como você afirmou categoricamente há algumas semanas, certo?
      Bom, segundo o que você disse, quem não comprar em 2013 irá pagar o mesmo valor (ou até menos) em 2014, 2015, 2016...
      Acho melhor encerrarmos esta discussão, já vi o que eu queria (a sua verdadeira opinião) e, se algum potencial comprador dos seus ativos ler isto aqui, pode acabar desistindo do negócio.
      Até...

      Excluir
    12. Então você não acredita mais que "quem não comprar agora irá pagar mais caro no futuro", como você afirmou categoricamente há algumas semanas, certo?

      Colega, aprenda uma coisa: eu sou clara e objetiva. Quando eu digo que quem não comprar agora pagará mais caro no futuro, eu quero dizer exatamente isso. Portanto não mudei em nada minha opinião, já que estamos em 2012, e espero uma subida de preços no final de 2012 e em 2013. Portanto, quem não comprar agora, vai pagar mais caro no futuro. 2013 é futuro.


      Bom, segundo o que você disse, quem não comprar em 2013 irá pagar o mesmo valor (ou até menos) em 2014, 2015, 2016...

      Outro que vem aqui mentir. Eu nunca disse que quem não comprar em 2013 pagará mais caro no futuro. Eu venho dizendo em 2012 que quem não comprar "agora", irá pagar mais caro no futuro.

      Acho melhor encerrarmos esta discussão, já vi o que eu queria (a sua verdadeira opinião) e, se algum potencial comprador dos seus ativos ler isto aqui, pode acabar desistindo do negócio.

      Logo se vê que vc é completamente newbie em mercado imobiliário. Você acha mesmo que opiniões em blog têm o poder de influenciar o mercado? rs..rs..rs. Depois vocês não sabem porque precisam esperar milagres (como bolhotas estourarem) para comprar imóveis..rs..rs..
      O mercado imobiliário tem uma dinâmica própria. Pessoas estão casando, se separando, mudando de casa, de trabalho, saindo da casa dos pais a todo momento, e por isso precisam de imóveis.

      Excluir
    13. Kássia não sei como você tem paciência para discutir com esses losers, que não sabem nada, e ficam inventando mentiras sobre os outros - algo que é até comprensível, visto que eles vivem em um mundo de fantasias. Olha só a pérola desse aí de cima:

      "PURA MÁ-FÉ de quem quer realizar o seus ativos pelo maior preço possível."

      Será que tem alguém com pleno domínio de suas faculdades mentais que não quer realizar seus ativos pelo maior preço possível?

      Ridículos.


      Excluir
  3. Você comprou apartamento de quantos quartos no Noroeste e qual o valor do metro quadrado?

    ResponderExcluir
  4. O seu apartamento no Noroeste é de qual construtora? Quanto pagou pelo metro quadrado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mercado bombando em SP:

      "No ano, as vendas na capital paulista acumularam queda de 6,6% até agosto, em 15.530 unidades, contrariando a estimativa da entidade, de fechar o ano com alta de 10% nas vendas." Fonte: Reuters

      2013 promete! O ano do Pico!

      Excluir
    2. Venda de imóveis novos registra alta de 10,1% em agosto

      Mês foi o segundo melhor do ano também em volume de lançamentos

      O mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo expressou reação em agosto. A venda de 1.860 unidades no mês representou crescimento de 10,1%, frente às 1.689 comercializadas em julho.

      http://www.secovi.com.br/noticias/venda-de-imoveis-novos-registra-alta-de-101-em-agosto/5547/

      Excluir
    3. Detalhe: SP foi um dos mercados que mais valorizou mesmo com desaceleração nas vendas, e, agora, as vendas estão se acelerando novamente, e devem crescer ainda mais refletindo o que acontece na economia como um todo.

      Se preços subiram com desaceleração em vendas, é óbvio que vão subir ainda mais com as vendas se aquecendo. Ou seja: tudo que estamos falando neste blog está se confirmando: quem não comprar agora, vai pagar mais caro no futuro.

      Os bolhotas precisam aprender que os preços não caem ou sobem por torcida, mas respondendo a fatores econômicos.

      Excluir
    4. 10,1% de aumento! Muito bom! Isso quer dizer que agosto/2012 só teve uma queda de apenas 16,7% na comparação com agosto de 2011! É impossível negar,
      SP está bombando mesmo!

      Vamos ver se MG segue os passos (http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=212944,OTE)

      Excluir
    5. Kássia, você afirma que quem não comprar agora vai pagar mais caro no futuro. Quero saber quais são as suas previsões para o Setor Noroeste.
      Qual o metro quadrado que você pagou?
      Qual o metro quadrado hoje?
      E os preços serão mais altos quanto?
      São dados que nos ajudarão enormemente para tomar decisões.

      Excluir
    6. No Noroeste, atualmente, estou perdendo dinheiro. Se tivesse colocado o meu dinheiro no tesouro direto ou na poupança estaria melhor. Se fosse vender meu imóvel, hoje, perderia muito. Entretanto, eu comprei esse imóvel não com intuito de vender e lucrar. Então estou tranquila. Além disso, minha unidade é bem posicionada e bem localizada.

      Na minha opinião, o mercado de Brasília tende a estabilidade de preços com viés de baixa, pois o principal driver é o salário do funcionalismo público, que está congelado. Isso em termos gerais. Mas, há casos específicos, como o Noroeste, que, quando o bairro ficar mais apresentável, deve ocorrer uma valorização. Mas não sei quando, pois com esse desgoverno petralha, não é possível fazer previsões. De qualquer forma, a infra parece que está evoluindo. A marginal do Burle Marx está ficando pronta.

      O lado positivo é que com a entrega das primeiras unidades no Noroeste, está provocando uma queda de preços em imóveis bons na Asa Norte e Sul, pois, incrivelmente, tem gente vendendo na Asa Norte e Asa Sul e indo morar no Noroeste.

      Eu acho que no futuro isso pode ser uma boa decisão..mas hoje....com aquela lama toda lá...sem chance.

      Agora, quem quer comprar no Noroeste, para morar em 2014 e 2015, uma boa é procurar ágios de gente que comprou e não está conseguindo pagar.

      Excluir
    7. Kassia,

      Se você prevê o pico de preços em 2013 então você acha que atualmente imóveis não são bons investimentos?

      No que você recomenda investir atualmente?

      Excluir
    8. Kassia,

      Você mora na unidade que comprou no Noroeste? Se não mora, o seu intuito de compra foi para alugar? O aluguel está atendendo às suas expectativas? Você já conseguiu alugá-lo?

      Excluir
    9. No que você recomenda investir atualmente?

      Este site não é sobre recomendações de investimento. Este blog serve apenas para eu expressar minhas opiniões sobre política e economia.



      Você mora na unidade que comprou no Noroeste? Se não mora, o seu intuito de compra foi para alugar? O aluguel está atendendo às suas expectativas? Você já conseguiu alugá-lo?


      Não moro. Não está pronto. E eu comprei pois acho que o Noroeste será o melhor bairro de BSB. Quando ficar pronto, eu poderei mudar para lá e alugar o meu apto atual. Ou vender os dois e comprar um maior. Sei lá. São tantas as possibilidades....

      Excluir
  5. joaolins@ vetorimobiliaria.com.br mercado parado feira de satana amas de 1ano

    ResponderExcluir
  6. http://msn.revistaimoveis.zap.com.br/155982-precos-dos-imoveis-novos-caem-em-sao-paulo.html

    Kassia, essa noticia atual confirma sua posição sobre o aumento no valor dos imóveis em SP ser maior que no DF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que SP está aumentando mais que BSB até o Banco Central confirmou na último relatório deles.
      E que vcs se baseiam em notícias de imprensa, já que não têm capacidade de fazer suas próprias análises.
      Se vc tivesse lido a notícia direito veria que os preços de lançamentos de 2 quartos caíram, pois o acabamento ficou mais simples. Ou seja, estão lançando em bairros mais baratos da RMSP e aí os preços são mais baratos mesmo, fazendo com que a média dos preços tenha redução.
      Mas os preços dentro dos mesmos bairros não caíram, ao contrário, subiram. E subiram mais quanto mais nobre é o bairro.

      Excluir
    2. Ohhhhhhhhhhhhhhhhhh, Kásssia, descobriu a pólvora. Qualquer corretor ou pessoa com dois neurônios sabe disso. Você fala como se fosse formada em Harvard. Afinal você é formada em que?

      Excluir

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.