domingo, 10 de fevereiro de 2013

As boas perspectivas para o mercado imobiliário em 2013

O economista Ricardo Amorim, apresentador do Manhattan Connection da Globonews, colunista da revista IstoÉ, presidente da Ricam Consultoria, único brasileiro na lista dos melhores e mais importantes palestrantes mundiais do Speakers Corner e economista mais influente do Brasil segundo o Klout.com, relacionou suas boas perspectivas para o desempenho do mercado imobiliário em 2013.

Mercado Imobiliário 2013 - Perspectivas

Segundo ele, "as perspectivas de preço para o mercado imobiliário na maior parte do Brasil em 2013 ainda são positivas, mesmo que o ritmo de lançamentos seja mais modesto", algo que reflete a continuidade da expansão do mercado decorrente da oferta de crédito e do crescimento sustentado de emprego e renda.

Crédito Imobiliário em expansão

De fato, o crédito imobiliário deve continuar a se expandir em 2013, dos atuais 6,2% do PIB para algo em torno de 10% do PIB em 2015, segundo previsões da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Essa expansão do crédito imobiliário permitirá que o setor imobiliário, que é um dos principais empregadores do Brasil, continue aquecido, mantendo o desemprego baixo, algo que é interessante para as pretensões reeleitorais do governo de plantão.

Retornos menores dos investimentos imobiliários

Entretanto, o próprio Ricardo Amorim ressalta que, apesar de os investimentos em imóveis e fundos imobiliários terem apresentado desempenhos espetaculares nos últimos anos, "é provável que nos próximos anos, o retorno de investimentos parecidos seja mais baixo, mas ainda maior do que da maioria das outras opções de investimentos disponíveis no país".

Isso significa que a tendência esperada dos preços dos imóveis para os próximos anos ainda é de valorizações acima da inflação, segundo a análise do economista do Manhattan Connection, visto que os componentes que dirigiram os aumentos de preços recentes - aumentos de demanda e de custos tanto de mão de obra quanto de terrenos e materiais - continuarão presentes, ou seja, é elevada a probabilidade de que os preços preços subam mais.



Ele ressalta, porém, que "dificilmente os preços dos imóveis continuarão subindo no ritmo dos últimos anos. Os preços atuais já estão mais elevados; em alguns casos específicos, até altos para padrões internacionais. O mais provável, são altas mais modestas, às vezes bem mais modestas. Em casos específicos, até pequenas quedas de preços são possíveis e salutares". Esses movimentos garantem que bolhas não estourem no Brasil mesmo em um futuro mais distante.

Economia em expansão

A economia brasileira entrou em 2013 em ritmo anualizado de crescimento de 4%, algo que pode ser confirmado, por exemplo, pelo desempenho do mercado automotivo - que bateu recorde de vendas, com alta nas vendas, em 2013, de 17,59% em relação ao mesmo período de 2012.


Isso mostra que a economia brasileira está em franco processo de aceleração, mas esse crescimento está sendo acompanhado de uma inflação crescente - a maior em janeiro desde 2005, e também generalizada, o que deve exigir ajustes por parte do governo, segundo a análise de Ricardo Gallo.

Inflação em 2013

Ocorre que, como a baixa taxa de juros é uma promessa de campanha da presidente Dilma, o Banco Central não poderá usar o remédio mais eficiente contra a inflação, que seria uma elevação dos juros básicos, com o governo tendendo a promover desvalorizações adicionais no dólar e mais desoneração de impostos para arrefecer a subida de preços - isso, pelo menos, até outubro de 2014 - por motivos óbvios.

Conclusão

O panorama que está sendo desenhado para a economia brasileira em 2013 e 2014 é o de crescimento entre 3.5% e 4%, inflação na casa dos 6,5% em 2013, e juros estáveis em 2013, com alguma perspectiva de subida em 2014, isso se a inflação não sair do controle. Esse cenário encerra desemprego em baixa e renda em alta, além de crédito imobiliário em expansão, o que corrobora a tese de que os preços dos imóveis continuarão a subir. Ou seja, fica cada vez mais claro que, quem não comprar imóvel agora, pagará mais caro no futuro.

17 comentários:

  1. Cement index guy!!! he´s the best...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pegam no pé dele por conta da previsao da bovespa nos 200.000 pontos...
      Agora, a análise dele correlacionando consumo de cimento com atividade na construção civil é correta.

      Excluir
    2. o proprio ricardo amorim fala que os.precos estao altos ate para padroes internacionais. qualquer semelhanca com precos em brasilia setor noroeste.

      Excluir
  2. Esse cara é realmente muito bom. Ele previu coisas incríveis em 2009: O economista Ricardo Amorim prevê o Ibovespa a 200 mil pontos e o real valendo apenas um dólar

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/825_O+PEDAGIO+DA+BOVESPA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro que não tem data para a previsão. Segundo que todas as outras previsões dele deram certo.

      Excluir
    2. Não tem data para a previsão? Ai fica fácil prever qualquer coisa. Enquanto você não morrer, basta dizer que "ainda não chegou a hora".
      A verdade é que economia é uma ciência complexa, difícil de se fazer previsões certeiras. Basta ver quantos bons economistas sequer perceberam a crise que começou em 2008.
      Nada contra quem prevê e erra, mas se o cara se arriscar a fazer previsões tem que arcar com o bônus de acertar e também com ônus se errar.

      Excluir
    3. O fato é o seguinte: a previsão dele sobre o mercado imobiliário para 2013 é bastante fundamentada, e como os bolhotas não conseguem atacar os argumentos usados, preferem o mais fácil : atacar a pessoa, no batidíssimo argumento ad-hominem.

      Excluir
    4. Cada um acredita no que quer.
      Você provavelmente está comprando muito imóveis para se aproveitar desta previsão.
      Deixa que cada pessoa tome suas decisões. Na prática o que vai ocorrer (Se vc estiver certa) é que vc vai ganhar dinheiro e os "bolhotas" vão perder. Ai vc poderá dizer que avisou. Não tá bom pra vc?

      Excluir
    5. E tem mais: a previsão de que o mercado imobiliário estará bom em 2013 não é só do Ricardo Amorin, mas de diversos economistas. Além disso, a OCDE também ve a economia brasileira acelerando neste momento, veja:

      http://www.politicaeconomia.com/2013/02/ocde-ve-economia-brasileira-em-expansao.html

      Excluir
    6. De novo, se é isso e vc acredito nisso, compre imóveis. Simples assim.
      Veja, se vc é uma pessoa esperta que está vendo que os imóveis só vão se valorizar, não gaste seu tempo para convencer os "bolhudos". Compre, ganhe dinheiro e depois ria da cara deles.
      Gostaria que vc, se possível, compartilhasse conosco quais foram seus últimos investimentos no setor imobiliário.

      Excluir
    7. Eu não quero convencer ninguém. Já falei várias vezes que este espaço é para eu emitir minhas opiniões sobre o mercado. Não estou preocupada com audiência ou em convencer ninguém, apenas opinar, com base em fatos e não em fantasias -, sobre o que eu bem entender.

      Excluir
    8. Ok, entendi, desculpe.
      Será que você poderia ao menos indicar os imóveis que você comprou recentemente?
      Pelo seu conhecimento de mercado certamente você tem dicas boas que podem ajudar pessoas menos esclarecidas.

      Excluir
    9. Kkkassia,

      Economista fazendo previsao é sempre um sucesso de vendas: eles erram muito mais que acertam! São mestres em acertar o que já aconteceu!

      Alem disso, tem varios deles vendidos, pra pessoas que ... bem... ganham a vida no mercado imobiliario!!

      Agora, se vai estar tão bom eu te pergunto: onde ganhar dinheiro com imoveis em 2013?

      Excluir
  3. sim valorizando igual aos locais aqui: http://classificados.folha.uol.com.br/imoveis/1228412-mercado-imobiliario-tem-retracao-nas-principais-cidades-do-pais-em-2012.shtml

    Quanta bobagem....

    ResponderExcluir
  4. Essa tia Kassia vive dentro de uma bolha viu....ela não conhece a realidade das familias brasileiras.....me divirto cada vez mais com ela....tia Kássia sai desse mundo. A realidade tá batendo na porta.....

    ResponderExcluir
  5. A falácia do crédito imobiliário em relação ao PIB: Nos EUA, a bolha imobiliária estourou quando o crédito imobiliário em relação ao PIB atingiu 79%. Para estimar um valor aplicável à Banânia, podemos supor que um valor crítico (C) de crédito em relação ao PIB dependa dos seguintes parâmetros: P1 – parcela da população que pode finaciar alguma coisa, P2 – poder de paridade de compra dessa população. O valor crítico será tanto maior quanto maior forem esses dois parâmetros.

    P1: Parcela da população que DECLARA (não importa se sonega ou não) imposto de renda
    BR: 12.5%
    US: 53.0%

    P2: GDP per capita (Purchase Power Parity)
    BR: $ 11,800 USD
    US: $ 48,300 USD

    C = alfa * p1 * p2

    C(BR) = alfa * 12.5 * 11.8
    C(US) = alfa * 53.0 * 48.3 = 79 –> alfa = 0.03086058

    C(BR) = 0.03086058 * 12.5 * 11.8 = 4.6%

    CONCLUSÃO: Como o valor do crédito imobiliário em relação ao PIB está em cerca de 6%, significa que JÁ ULTRAPASSAMOS O PONTO CRÍTICO PARA O ESTOURO DA BOLHA IMOBILIÁRIA BANANENSE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E as vendas dos imóveis em Brasília caiu 78% agora. Com um índice destes estamos muito mal mesmo. E processos de distratos pipocando nos quatro cantos, ou seja, mais apartamentos para oferta. E compradores onde estão? Quem sabe quem vem assistir aos jogos da Copa 2014 não compram kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.