sábado, 6 de outubro de 2018

Haddad favorito vencerá Bolsonaro no 2º turno - saiba porquê

O 1º turno da eleição presidencial brasileira será amanhã, dia 07 de outubro de 2018, e neste artigo mostro os motivos pelos quais, no provável segundo turno, Fernando Haddad é favorito para vencer e recolocar o PT no Palácio do Planalto novamente a partir de 1º de janeiro de 2019.

Haddad favorito vencerá Bolsonaro no 2º turno - saiba porquê

O que torna Haddad favorito no segundo turno são os seguintes fatores: Dinheiro, apoios no segundo turno, capacidade do PT de avançar no segundo turno e o fato de o PT dominar as mensagens na TV como nenhum outro partido. Isso já foi mostrado nesta eleição pois o Haddad saiu de 4% no começo do 1º turno, para 28% às vésperas do segundo turno.

Histórico 1 (2014) - Com ataque do PT, Marina definhou no 1º turno

O PT tem um histórico de sair de baixo e vencer no primeiro e segundo turno. Na eleição de 2014, Marina Silva foi sistematicamente atacada no primeiro turno pela campanha de Dilma. Com isso, Marina Silva saiu da condição de favorita para nem ir ao segundo turno, como mostramos abaixo.

Haddad x Bolsonaro

Ao fim do segundo turno, Aécio Neves (PSDB), que não sofreu ataques do PT no primeiro turno, viu suas chances crescerem, indo de 15% a 19% às vésperas da primeira votação, e acabou indo ao segundo turno contra Dilma, como mostramos abaixo.

Haddad x Bolsonaro


Histórico 2 (2014) - Aécio inicia o 2º turno à frente de Dilma

As primeiras pesquisas de segundo turno, entre 8 e 9 de outubro de 2014, mostravam Aécio Neves à frente de Dilma, com vantagem variando entre 2% e 4%, dependendo do instituto de pesquisa. Na sondagem do IBOPE, do começo de outubro, dava Aécio com 51% contra Dilma com 49%.

Haddad x Bolsonaro

Histórico 3 (2014) - Sob ataque do PT, Aécio cai no segundo turno e perde a eleição

Aécio Neves, que saiu na frente no segundo turno, e foi poupado no primeiro turno (pois o PT estava preocupado com a Marina), iniciou o segundo turno sob intenso ataque da campanha de TV do PT, o que levou a uma gradativa perda de votos.

Haddad x Bolsonaro
Como pode ser visto nos gráficos acima, com a campanha de TV do PT, Aécio Neves caiu de 43% para 41% dos votos totais, e sua rejeição subiu de 34% para 40%. Enquanto isso, com a eficiente campanha do PT, Dilma cresceu de 42% para 45%, e sua rejeição caiu de 43% para 39%.

Haddad x Bolsonaro

Em votos válidos, Dilma saiu de uma situação de desvantagem, com 49% dos válidos, para 52% no fim da eleição. Enquanto isso, Aécio, que partiu de um patamar mais alt, 51%, perdeu apoio e caiu para 48%, perdendo a eleição.

Histórico 3 (2018) - Bolsonaro x Haddad empatados no segundo turno

A mais recente pesquisa do Data Folha aponta que Bolsonaro está com 44% das intenções de voto, contra 43% de Haddad. Mas isso vem oscilando, sendo que Haddad já apareceu à frente de Bolsonaro em muitas situações.

Haddad x Bolsonaro

Entretanto, no segundo turno, o PT é muito mais eficiente na campanha de TV como mostra a EXAME (aqui) , e fazendo exatamente a mesma coisa que fez em 2014, alavancará o Haddad à frente de Bolsonaro, e com isso vencerá a eleição.

Vantagem decisiva para o PT: Ciro apoiará Haddad

Outro ponto ponto forte de Haddad é o apoio de Ciro Gomes no segundo turno. Como todos sabemos, Ciro aparece bem à frente de Bolsonaro em simulações de 2º turno, e transferirá esse apoio a Haddad no segundo turno.

Vantagem decisiva para o PT 2: A imprensa apoiará Haddad

Outra vantagem de Haddad é o apoio maciço da imprensa, que lhe dará grande vantagem, permitindo uma ampliação significativa de sua vantagem no segundo turno.

Conclusão

Haddad x Bolsonaro

Só há uma pequena chance desse cenário (PT vencendo a eleição) não se repetir em 2018, que é uma vitória de Bolsonaro no 1º turno. Mas isso depende de que eleitores de Amoêdo, Alckmin, Meirelles e Alvaro Dias façam voto útil em Bolsonaro no 1º turno.

Entretanto, essa probabilidade é baixa, então, caso haja segundo turno (cenário mais provável), Haddad será eleito em 28 de outubro.

Fontes:

06 de outubro de 2014 - Fim do 1º turno - Dilma 40% x Marina 24% -  G1 Globo - IBOPE
08 de outubro de 2014 - Início do 2º turno - Aécio 54% x Dilma 46%  - Época - Paraná Pesquisas
09 de outubro de 2014 - Início do 2º turno - Aécio 46% x Dilma 44% G1 Globo - IBOPE
09 de outubro de 2014 - Aécio começa 2º turno na frente - 51% x 49% de Dilma - Folha
20 de outubro de 2016 - Fim do 2º turno - Aécio 48% x Dilma 52% - G1 Globo - Data Folha
21 de outubro de 2014 - Fim do 2º turno - Aécio 48% x Dilma 52% Terra - Data Folha
21 de outubro de 2014 - Fim do 2º turno - Bolsa desaba com Dilma à frente - Toro Radar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.