segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Bolha Imobiliaria - Crédito facilitado e renda elevada explicam a valorização dos imóveis

O site Bolha Imobiliária publicou, ontem (21/01/2013), artigo não copiado e bastante elucidativo sobre as "Números das condições de crédito de bancos privados do Brasil".

Credito imobiliario e renda no Brasil - subindo

O artigo, depois, sumiu da página inicial, provavelmente porque trazia números que evidenciavam que a elevação dos preços dos imóveis no Brasil decorreu da melhora das condições de crédito ao consumidor, e mostrava também as diferenças entre as exigências para concessão de financiamento imobiliário entre os EUA, no período pré-estouro da Bolha Imobiliária, e o Brasil de agora.

Como o artigo não está mais na página principal do referido site, apesar de ainda existir o link, reproduzimos ele aqui, com nossas observações no final:

Topico sumido - Bolha Imobiliaria

"Números das condições de crédito de bancos privados do Brasil

Brasil

Comprometimento máximo de Renda: 30%
Valor máximo do imóvel financiado: 80%
Limite de financiamento por imóvel: 1
Existe alienação fiduciária: Sim
Máximo financiamento do valor do imóvel quitado: 50%
Financiamento imobiliário como % do PIB: 5.3%

EUA

Comprometimento máximo de Renda: Não existia limite
Valor máximo do imóvel financiado: 130%
Limite de financiamento por imóvel: Ilimitado
Existe alienação fiduciária: Hoje sim, mas em 2008 não era comum
Máximo financiamento do valor do imóvel quitado: 130%
Financiamento imobiliário como % do PIB: 77%

A quem não entende de onde saiu tanta gente com dinheiro para comprar imóvel caro, olha o Brasil em 2002 e em 2012 (de novo, bancos privados, sem MCMV):

Juros: 25% (em 2002) x 7.5% (em 2012)
Prazo máximo: 10 anos (em 2002) x 30 anos (em 2012)
Salário mínimo: R$ 200 (em 2002) x R$ 622 (em 2012)
% da entrada: 20% X 20%

Agora vamos pegar um imóvel de R$ 80k em 2002 e 2012 como exemplo para comparar as condições de financiamento:

Parcela: R$ 1346 (em 2002) x R$ 437 (em 2012)
Renda necessária: R$ 4486 (em 2002)  x R$ 1456 (em 2012)
Renda em Salários Mínimos: 22,4 (em 2002) x 2,3 (em 2012)
Número de famílias que poderiam comprar um imóvel: 7 milhões (em 2002) x 35 milhões (em 2012)

Agora vamos comparar um imóvel de R$ 80k em 2002 e o mesmo imóvel valorizado valendo R$ 160k em 2012 para comparar as condições de financiamento:

Parcela: R$ 1346 x R$ 874
Renda necessária: R$ 4486 x R$ 2912
Renda em Salários Mínimos: 22,4 x 4,6
Número de famílias que poderiam comprar um imóvel: 7 milhões x 15 milhões

Isso mostra simplesmente uma explosão de mercado consumidor, e não uma característica de bolha ainda."

O artigo acima foi o único que eu vi no Bolha Imobiliária, até agora, que prestou: não é copiado, e mostra os fundamentos da elevação dos preços dos imóveis no Brasil, que não são resultado de especulação, mas, sobretudo, de novas condições de crédito e ampliação da renda.

Ou seja, um artigo que prova que não há bolha imobiliária no Brasil e que os preços atuais se sustentam com as atuais condições de crédito do Brasil. Ou seja, que os preços elevados dos imóveis vireram para ficar.

61 comentários:

Anônimo disse...

Primeiro eles levaram uma leitora a tomar um prejuízo de R$ 75.000, depois fraudaram uma notícia, agora censuram a verdade! Estelionato, Fraude e boicote a liberdade de expressão! Meu Deus, o que falta para a PF intervir neste site dos diabos!

Anônimo disse...

"(...)provavelmente pois traz números(...)"?!?!

Em português seria:

"(...)provavelmente porque trazia números(...)"
ou
"(...)provavelmente por trazer números(...)"

Visitante Carioca disse...

Eu só tenho uma grande dúvida:

Um mercado é movido por preços, custos e preferências. Mas, de todo modo, o preço de um bem está lastreado à capacidade de pagamento das pessoas em cima do preço a vista daquele bem, e não em cima do preço a prazo.

Você não acha que é meio anormal para que um mercado funcione bem ele precise necessariamente de alavancagem?

Me explico melhor:

Nos últimos anos, o mercado consumidor de automóveis teve um boom. O crédito farto permitiu que qualquer zé ruela comprasse em 60 vezes o carro. No entanto, o mercado de transações a vista permaneceu existindo. Ainda houve manutenção e talvez até crescimento do percentual de pessoas que podiam comprar carro a vista, pq a renda cresceu, a distribuição melhorou e outras coisas mais.

No entanto, no mercado imobiliário aconteceu o contrário. Você não vê um crescimento saudável das transações a vista, muito pelo contrário, você percebe que as pessoas tem tido "maior capacidade de compra de imóveis", mas somente via endividamento. Excluindo, claro , as pessoas que já eram proprietárias e tiveram seus imóveis pegando carona na valorização.

Não é meio anormal que as pessoas estejam cada vez mais incapazes de adquirir imóveis a vista, supondo que partam do zero?

Veja bem, o crédito é antecipação de consumo, eu estou trazendo riqueza líquida futura para o presente. Em algum momento o futuro chega, e independente de estarmos todos mortos ou não, alguém paga a fatura, a dívida não caduca.

O que me levanta suspeitas de que esse mercado está errado é isso. Se fosse um crescimento consistente do mercado, supondo agentes igualmente providos da mesma dotação, o crescimento do mercado via expansão de crédito não deveria suprimir o crescimento do mercado via transações a vista.

Fabrício disse...

Dúvida: existe imóvel morável hoje entre 80k e 160k? Pelo que tenho procurado, por menos de 200k não se acha mais NADA!!! Segundo o IBGE estou entre os 10% com maior renda e não consigo comprar nada descente, e olha que não sou tão exigente assim.
Só para completar, moro no interior de SP. Imagino como deve estar a situação nas Capitais. Não é possível que algo não esteja MUITO errado.

Anônimo disse...

Estou confuso, o argumento contra a bolha é o fato de que um blog incluiu e depois excluiu um texto?

Temos que separar o que é assunto bolha do que é assunto administração de sites na internet, separar idéias de pessoas, na minha opinião o artigo em questão não refuta de forma alguma a idéia da bolha, pois é uma análise incompleta do tema, já que fala somente do componente crédito e não do especulativo.

Kássia Tavares disse...

Vou desenhar para vc que está confuso: o artigo publicado reúne argumentos que mostram que não há bolha alguma. Por isso foi publicado, e depois retirado. O Editor não deve ter entendido o artigo e publicou. Aì os bolhotas desenharam para ele, e ele retirou.

Kássia Tavares disse...

Ah, peraí. Qualquer merdado é influenciado por crédito. Veja o que aconteceu com automóveis. A diferença é a oferta de carros é elástica, e a de imóveis é inelástica no curto prazo, e nas áreas nobres até no longo, daí a subida de preços.

Kássia Tavares disse...

Imóvel sempre foi um bem caro e de difícil aquisição. Não mudou nada desde então. Antes não tinha crédito, então vc tinha que juntar o dinheiro. Era difícil, e só poucos conseguiam. Agora tem crédito, e todos tomam emprestado. Então tem muito mais pessoas querendo comprar uma quantidade limitada. Qual a variável que ajusta isso? O preço.

Visitante Carioca disse...

INFLUENCIÁVEL SIM!

Mas não pode representar exclusivamente o número de transações daquele bem, isso é insustentável no longo prazo (há condições sim de ser saudável, dependendo de uma conjunção de fatores que o Brasil não tem condições de replicar).

O crédito não pode dominar um mercado. Imagina só, se todo mundo só pudesse viajar parcelado. Se todo mundo só pudesse pagar cirurgia plástica parcelado.

Tá certo que o mercado de imóveis é difícil de se comparar com qualquer outro mercado. Mas, há algo de podre no Reino da Dinamarca Banânia. rss

Anônimo disse...

Onde está a prova do prejuízo de R$ 75.000?

Prove com fatos Kássia.

Anônimo disse...

Desenhe para vc mesma, um apto de 80k em 2002 hoje custa muuuuuito mais que 160k segundo essa noticia (http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/rio-precos-de-imoveis-aumentam-ate-700-em-dez-anos-20120420.html), ou seja, um imovel de 80k hoje custaria 560k!!!
Refaça suas contas ai, so pode ser ingenuidade ou má fé...

Anônimo disse...

Que história é essa que um leitor levou prejuízo 75k?

Anônimo disse...

Com certeza! Kássia é isso aí, leis de mercado, oferta e demanda!

lembra do seu artigo (2 atrás) que falavam que houve recuperação no mercado de SP? É esse aqui ó:
http://www.politicaeconomia.com/2013/01/mercado-imobiliario-de-sp-recuperacao.html

daí seguindo o que vc falou no post acima, o que ajusta o mercado é o preço.
Mas no seu post fala que lançaram 4.984 imóveis e venderam 2.852. Como a oferta é maior que a demanda o que acontece?

é justamente o oposto da sua resposta acima... vai... tenta...

isso, o preço do imóvel CAI!
Mas ele nunca cai, não é?
As leis da economia não servem pra imóveis, né não?

então vc deveria ou usa-las de forma integral ou não usa-las...
falar que só funcionam pra valorizar imóvel é querer enganar as pessoas.

Kássia Tavares disse...

Oi, não confunda vendas com demanda. Essa sua afirmação que a oferta é maior que a demanda é chute. E furado, ainda por cima. Se os preços dos imóveis vêm subindo, a oferta só pode ser menor que a demanda. Se fosse maior, os preços estariam caindo, e não subindo.

Kássia Tavares disse...

http://www.politicaeconomia.com/2012/07/consumidora-tem-prejuizo-de-r-75000-por.html

Kássia Tavares disse...

Então, mas mesmo se custasse 160k, o comprometimento de renda seria menor: R$ 1346 em 2002 contra R$ 874 hoje. Só que temos salário mínimo 4x maior, inflação no período, um PIB que multiplicou por 5, multiplicação por 3 de pessoas que podem comprar. Ou seja, a subida teve que ser muito mais que os 160k para ficar na mesma. Mas, de qualquer forma, um apto de 80k em 2002 deve estar valendo uns 320k em 2012, segundo a base de BSB. O que é perfeitamente explicável pelas condições de crédito.

Anônimo disse...

Chute tia kássia?

vamos lá, tipo prézinho pra vc entender:
Joãozinho tinha X laranjas para vender, colheu do seu pomar 4.984 laranjas (o mesmo que lançar, colocar a disposição para vendas apartamentos) e vendeu 2.852 laranjas.
Joãozinho ficou com mais ou menos laranjas do que tinha no começo?
em outras palavras, João aumentou ou diminuiu seu estoque?

por óbvio, joãozinho agora tem X+2.132 laranjas, ou seja, seu estoque subiu.

mas agora me explica Kássia, quando que a demanda difere das vendas?
a única opção seria uma demanda maior que as vendas por falta de produto, mas.... ei! acabei de mostrar que o estoque subiu, logo não pode haver falta de produto....

explica pra gente quando a demanda vai ser maior que as vendas! please!

Anônimo disse...

e esqueci de mencionar. O meu "chute" se baseia no aumento do estoque, o que mostra que não está vendendo tudo que se oferta (se vende-se o estoque estaria igual ou diminuindo)

e falar que a consequência (subida dos preços) prova a sua causa (a oferta ser menor que a demanda) ou é ingenuidade (e eu realmente espero que seja) ou é desonestidade.

já vou desenhar pois vc as vezes não entende (ou faz que não entende).
falar que como o preço subiu a oferta só pode ser menor que a demanda é o mesmo que falar que se um menino tem um ralado no joelho (consequencia) é óbvio que ele caiu de skate (causa)!

entendeu? A causa dá razão a consequência, mas a consequência não garante a causa, pois pode ter outra causa.

Pergunta agora qual é então a causa do aumento de preços!

Kássia Tavares disse...

Bolhota, antes de continuar falando bobagem, leia o meu artigo sobre demanda imobiária.

http://www.politicaeconomia.com/2012/07/imoveis-o-momento-de-comprar-e-agora-e.html

Depois que vc conseguir entender a diferença entre demanda e vendas, aí vc tenta de novo.

Anônimo disse...

jura?

demanda é o desejo de compra a determinado preço.

mais alguma explicação?

vc acha que a demanda não atendida por que o preço tá alto vai fazer o que? subir a demanda?

o melhor é sua escapada... questiono várias coisas no seu raciocínio e tudo que vc faz é:
- tentar me ofender
- indicar um artigo totalmente confuso de 6 meses atrás
- duvidar que eu saiba o que é demanda.

então agora é minha vez:
- sua mal intencionada.
- lei um artigo recente sobre economia, leia jornais, seja coerente
- quando vc aprender o que é demanda e puder contradizer o que escrevi acima responde. Se for só me ofender e desviar dos questionamentos, nem publica meu comentário.

Kássia Tavares disse...

Ui...tá brava?

Piaui disse...

Comprei na planta no Noroeste pra vender por 15 mil o m2 final desse ano que é a previsão da entrega, mas parece que estão vendendo por 8 mil o m2. Isso ele havia me prometido. Hoje ele me disse que vai subir depois da copa...e agora? o que eu faço? Tenho que esperar mesmo né?

Kássia Tavares disse...

Ah, estão vendendo a 8k no NW? Onde?

Anônimo disse...

Kassia,
Estou interessado em comprar um imovel no noroeste? Quero um de 2 quartos na planta, com entrega prevista para 2014/2015 deve ser mais facil revender antes da entrega das chaves. Qual seria o meu ganho real aproximadamente? Ate a entrega. Ganhei com um que comprei em 2009, mas agora estou com o pé atras. Vc ainda acha que é um bom negocio?

Camila disse...

Só gentinha mesmo pra acreditar nessa estorinha de bolha imobiliária aqui no Brasil!!! Me poupem!!

Sou doméstica com muito orgulho, nosso salário está subindo muito mais que a inflação e por isso já comecei a investir em imóveis porque sei que é um investimento seguro e não vou perder meu dinheiro nunca!

Kássia, não ligue para esse bando de urubus invejosos! Estamos na crista da onda!

Amo nosso país! Adoro nosso governo! Espero que não sair nunca mais!!!

Anônimo disse...

ui... não consegue contra-argumentar?

Kássia Tavares disse...

Agradece mesmo ao PT...vai ter até FGTS! Para comprar imóvel.

Anônimo disse...

Link após pesquisa ultra rápida, deve ter mais.
"http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-3-quartos-sqnw-605649

A propósito, vc ainda acha q vai valorizar 10% no primeiro semestre de 2013?

Kássia Tavares disse...

Querido troll, se vc comprar na planta hoje corre o risco de perder dinheiro no Noroeste, visto que quando ficar pronto, o saldo devedor deve estar maior que o valor do Apto.
Eu comprei no NW e estou perdendo dinheiro. E quem comprar agora vai perder também.
Ganhar dinheiro no Noroeste agora só tem um jeito: comprando de "investidores" desesperados que compraram na planta e não têm dinheiro para as chaves. E mesmo assim o risco de perder é bem elevado.
Só recomendo comprar no NW, de investidores desesperados, e por preços bem baixos, para sair do aluguel.
Para ganhar dinheiro já foi o tempo....Agora já era.

Kássia Tavares disse...

8k/m2 para pagamento à vista, e entrega no meio de 2014.
Se for comprar financiando o preço é de R$ 950k, o que dá R$ 8.5k/m2. Isso com 300k de sinal.
E mais: 2º andar poente.
Ou seja, ainda está devendo apto a 8k/m2 no Noroeste.
Quero ver um pronto a 8k/m2...continua procurando aí.

Anônimo disse...

Mas e a regra de que o preço do imóvel no Brasil nunca cai?

Kássia Tavares disse...

Não sei que regra é essa. Aqui você nunca a leu.
Inclusive na virada dos anos 90/2000 os flats em SP caíram muito de preço.
E, em termos reais, os preços dos imóveis caíram bastante nesse período.
Isso não significa que eu ache que os preços vão cair. Não vão. Inclusive vão subir mais, mantidas as atuais condições.
Mas mesmo não caindo, subindo pouco, comprar imóveis para investimento não vale mais a pena.
Agora, comprar para sair do aluguel, vale.

DT disse...

Prezada Kássia, boa tarde!

Minhas iniciais são DT, trabalho com estratégia de negócios. tenho um bom histórico academico (Contador e economista, 2 especializações, 1 mestrado) e profissional (+ de 15 anos).

Por força do trabalho, tenho uma incorporadora cmo cliente, sigo o blog da bolha imobiliaria, porém, para não ficar com a visão distorcida, gostaria de seguir outro site/blog que defende o contrário, que não há bolha imobiliária (seu caso).

Você pode me contar um pouco sobre vc (sem se expor, claro)?

Profissão:

História:

Por que defende seu ponto de vista:

Quais suas principais referencias:

Obrigado,
DT

Kássia Tavares disse...

Prezado DT, posso te dar um conselho: NÃO ACOMPANHE MEU BLOG!.
Este blog é apenas um espaço de manifestação de opiniões pessoais, mais nada.
Por enquanto estou achando divertido falar de bolha imobiliária, quando eu não achar mais divertido, falarei de outra coisa. como já falei de muita coisa aqui.
Enfim, se vc quer uma visão antagônica sobre bolha imobiliária, acompanhe o site do SECOVI...etc.

Anônimo disse...

Obrigado pela resposta.

Utilizo o site do secovi para extrair dados quantitativos, porém os dados qualitativos são ruins para quem entende de econômia.

Vou acompanhar alguns assuntos e se possivel, até discutir.

Vc tem algum texto falando sobre o nivel de endividamento da população?

Obrigado,
DT

João Mendes disse...

Recomendo a leitura, para os alienados que acham que a economia do Brasil está indo bem: http://ossamisakamori.blogspot.com.br/2013/01/dilma-quando-vai-desarmar-bomba-relogio.html

Roberto disse...

PIB que se multiplicou por 5? Qual, o da China? O PIB brasileiro se multiplicou por 2 nesse período (http://www.indexmundi.com/g/g.aspx?v=65&c=br&l=pt).

Anônimo disse...

Camila, estude antes de entrar em um mercado que não conhece. Economia, contabilidade, atuária, finanças, setor público, regulamento bancário e, principalmente JUROS COMPOSTOS... O mercado está perfeitamente assessorado, a pessoa física depende somente dela no mar de ervas daninhas. Não entre de cabeça em algo só porque todo mundo diz que "imóvel não desvaloriza" ou "agora é a hora de miobilizar seu patrimônio". Amistosamente digo isso para que, se algo der errado no futuro, vc não diga que foi enganada.

Anônimo disse...

Quem te viu, quem te vê, tia.

Anônimo disse...

Um apanhado de dados que simplesmente não tem fonte. O camarada autor, nos comentários lá no blog disse que "a fonte era relevante, mas secreta, e ele se dava ao direito de não divulgá-la". Pode isso? kkkkkk

Kássia Tavares disse...

Não percebeu que a "Camila" está trollando? Bolhotas precisam da tecla SAP né...kkkkkk

Kássia Tavares disse...

Em dólar o PIB brasileiro quintuplicou de 2004 a 2012.

Anônimo disse...

E o prejuízo de quem comprou no setor Noroeste de Brasília?

Kássia Tavares disse em 22 de janeiro de 2013 18:15

...
Eu comprei no NW e estou perdendo dinheiro. E quem comprar agora vai perder também.
...

Kássia Tavares disse...

Ué, qual o problema? O que interessa é o rentabilidade do portfólio (que é amplamente positivo). E na realidade nem realizei o prejuízo nesse aí. É que faço "marcação a mercado"...kkk
Mas eu já "provisionei" o preju . Portanto mais que isso não perco. Tudo que diminuir o preju é lucro. E até o apto ficar pronto, pode melhorar, talvez até virar. Who knows?

Anônimo disse...

Ela é assim mesmo, eu passei pela mesmo processo alguns posts atras.

Não tem argumentação, lógica, raciocínio e muito menos coerência.

Ela se utiliza de 4 artifício simples, primeiro argumentação baseada no absurdo, segundo se esquivar do assunto debatido trazendo a tona fatos totalmente diversos, terceiro ofender tudo e a todos e quarto censurar, apesar de se colocar como paladina da liberdade não titubeada quando se vê acuada na argumentação.

Discutir neste site é a mesma coisa que tentar convencer uma criança de 10 anos. Você tenta explicar ela o certo, ela começa a reclamar e falar coisas sem sentido, depois muda de assunto para ver se você esquece, não satisfeita começa a bater o pé e fazer birra e finalmente se nada der certo ela vira a cara para você. A diferença que uma criança é inocente, já nossa amiga Kássia eu não sei muito bem o que é.

Anônimo disse...

Nunca pensei que a Tia Kássia fosse um dia assumir que imóvel já deixou de ser um bom "investimento".

Kássia Tavares disse...

Querido, procure algum post neste blog onde eu digo que imóvel é bom investimento.
Já foi o tempo onde se ganhou muito dinheiro com imóvel na planta.
O momento agora voltou à normalidade, ou seja, pode ser um bom investimento, mas não é tão simples mais. Antes se comprava na planta, esperava ficar pronto e se ganhava.
Agora é outra realidade. Pode ser comprar na planta, mas desde que esteja barato. Pode ser comprar pronto, até mesmo para alugar.
Eu sei de lojas no Sudoeste em BSB que se paga R$ 750k e se aluga por R$ 4k/mês. Qual investimento, hoje, dá isso?
O que eu digo é que comprar na planta, hoje, nesses preços de BSB, não vale como investimento.
Mas pode valer para a pessoa sair do aluguel, sim.
E mais: o que eu sempre disse continuo dizendo: quem não comprar agora, vai pagar mais caro no futuro.
Ocorre que uma pequena valorização não compensa os riscos envolvidos e a baixa liquidez do imóvel atual.
Agora, quem está pensando que imóvel vai cair de preço. ESQUEÇA.
Não vai.
Quem sonha com bolhas, vai CONTINUAR A SONHAR.
Não existe bolha, e os preços dos imóveis não vão cair.
E morar de aluguel é a pior coisa do mundo. Não adianta tentarem se enganar.
Quem quer comprar para morar, o momento é ótimo. Pode pesquisar com calma, procurar a melhor opção e negociar bastante.
Agora, quem ficar segurando dinheiro na poupança achando que vai cair preço, muito provavelmente irá se arrepender, como se arrependeu até aqui.

Kássia Tavares disse...

O problema é que vem bolhota aqui querer me provar com essas baboseiras que tem bolha. E não tem. Tem centenas de artigos neste blog, inclusive este, provando que não tem bolha nenhuma.
Então não tenho tempo e nem paciência para discutir com bolhota.
Querem discutir se tem ou não bolha, vão para outro site.
Eu não vou debater isso, pois o que eu tenho que falar está no meu artigo.
Então vê se não enche.klkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Roberto disse...

Hahahah, Para um PIB quintuplicar em 8 anos, ele deveria crescer mais de 20% por ano.
O valor do gráfico é em dólar e o PIB de 2012 não foi divulgado. Para fechar a sua conta ele deveria ter crescido uns 200% mais ou menos em 2012. O dolar estava contado 2.88 reais em 2004 e hoje está a 2.04. Isso explicaria uma diferença de até 40% a mais. Não de 300%.
Kássia eu admiro sua boa vontade, mas é complicado querer discutir conceitos economicos complexos e não conhecer que há de mais básico da evolução econômica de um país.

Kássia Tavares disse...

Assiste o seguinte vídeo que está bem desenhado:

https://www.youtube.com/watch?v=A_2P2itrbZ4

Anônimo disse...

Não tem cetenas de artigos, tem um amontoado de opiniões suas e 2 ou 3 artigos.

Mas se você acha que discutir o processo especulativo e a formação da Bolha Imobiliária é exercício de metafísica então não existe necessidade de faze-lo.

O problema que este blog ganhou muito em acessos com este tipo de discussão e você não vai parar de postar suas bobagens enquanto tiver audiência.

Até mesmo porque para opiniões reacionárias sobre política e até mesmo economia existem inúmeros blogs, sites e jornais com muito, mas muito mais mesmo, capacidade intelectual do que você.

O que te resta então? Ficar destilando besteira sobre mercado imobiliário enquanto o tema não se torna pauta da mídia e angariando essa merreca de audiência.

Anônimo disse...

Kássia, na resposta anterior vc trocou a palavra competência por paciência... ambas acabam em ência, mas o sentido é diferente. troca lá que tá difícil de entender ;-)

Anônimo disse...

que?!!?

vc provisionou e daí o prejuízo sumiu?

e o que perder a menos é lucro?!?!

perdoa pai, ela não sabe o que diz....hehehe

vc tem quantos imóveis comprados kássia? imagino que vários para o prejuízo em 1 não ser significativo....

hahahahaha

Anônimo disse...

ufa! achei que vc tinha mudado de opinião...

e só pra constar, esse investimento de comprar uma loja por R$ 750k e alugar por 4k vai gerar de aluguel 6,5% a.a.
sei não, a poupança com risco exageradamente menor paga muito próximo disso.... se vc tiver 750.000 fale no seu banco que eles arrumam uma aplicação que paga mais...

Kássia Tavares disse...

Queridos, o blog é meu e eu escrevo o que eu bem entender. Quanto eu tiver paciência, eu dou atenção à vocês, ok: Por enquanto curtam uma carência aí..rs..rs..

Anônimo disse...

kkkkkkk aperta o SAP pra ele!

Anônimo disse...

Se aluguel fosse tão bom, não haveria um monte de losers apostando na explosão de uma bolha imobiliária para poder comprar um imóvel.

Kássia Tavares disse...

Os losers não estão apostando. Eles estão sonhando há 3 anos com isso - período no qual os preços subiram unns 60%...rs..rs..e vão subir mais uns 15% em 2013.
Vamos ver até quando eles aguentam o ridículo. 4 anos torcendo por bolha, batendo o pezinho, fincando bravinhos e os preços só subindo...kkkkkkkkkk

Não vão sair do aluguel nunca desse jeito.

dimarcinho disse...

Quem te viu, quem te vê, tia. [2]

Cara, até cliquei no perfil dela pra ver se tinham clonado! JURO que fiz isso!

Inacreditável....

Anônimo disse...

Losers são vocês do mercado imobiliário, que a partir de agora vão beber do próprio veneno que deram para a população beber. Acharam que as pessoas eram bestas de achar que pagariam qualquer preço para comprar imóveis ruins para morar? Não, as pessoas tem cérebro, e tudo tem seu limite.

O limite do preço já chegou, as pessoas acordaram dessa especulação desenfreada nos preços. Agora basta.

Agora vão aguentar durante vários anos imóveis fechados e sem moradores, sem compradores.

Quem muito lucro quer, pouco tem.

Anônimo disse...

Divertido não, você é uma corretora fracassada que está agonizado por não estar vendendo seus imóveis a preços exorbitantes. Assuma a verdade.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');