terça-feira, 13 de abril de 2021

GDF acaba com ocupação ilegal no CCBB em Brasília (DF)

Até que enfim chegou ao fim um dos maiores absurdos que vinha acontecendo em Brasília: a "Ocupação CCBB", uma área na L4, pública, de Cerrado nativo, ocupado ilegalmente por várias dezenas de famílias. A ocupação estava se tornando uma favela no coração de Brasília.
invação ocupação CCBB - Brasilia
Com autorização judicial, o GDF empreendeu várias operações e conseguir remover a maior parte dos barracos, e até mesmo uma escola fake criada no local por militantes de esquerda, que querem usar os invasores para seus propósitos político eleitorais.

sábado, 3 de abril de 2021

Brasil tem menor número de óbitos COVID para um sábado em 1 mês

O Brasil registrou 1.987 óbtidos por COVID neste Sábado. É um número elevado, mas ele representa uma queda de -42% spbre os 3.438 óbtidos de sábado passado (dia 27/3).

Além disso, pelo segundo dia consecutivo temos queda na aceleração da curva de óbtidos, tendo sido de -20% na sexta, e de menos 42%.

segunda-feira, 15 de março de 2021

Lula vai atropelar Bolsonaro e será eleito presidente do Brasil em 2022

Luís Inácio Lula da Silva caminha tranquila e solidamente para se eleger Presidente da República do Brasil em 2022. Não é uma questão de torcida ou preferência, é uma percepção realista que decorre de uma análise do cenário.
Lula tem o maior, mais organizado, mais enraizado socialmente e mais bem aquinhoado financeiramente partido do Brasil, o PT, que tem inclusive o maior tempo de televisão para a eleição de 2022.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

China provoca EUA com foto de reveillon em Wuhan x Nova York

O site chinês Global Times publicou em seu perfil do Twitter uma foto que compara o Reveillon Wuhan x Nova York.
China provoca EUA com foto de reveillon em Wuhan x Nova York
À esquerda está a foto da véspera de Ano Novo em Wuhan, cheia de alegria e entusiasmo; à direita está a véspera de Ano Novo em Nova York, fria e vazia.

sábado, 19 de dezembro de 2020

Filme: Separados mas iguais - teses jurídicas dos advogados

Neste artigo, considerando o filme “Separados mas iguais” (1991), identifico as teses jurídicas dos advogados, representados por Sidney Poitier e Burt Lancaster, e as relaciono com as teorias jurídicas da interpretação de Kelsen e de Dworkin.
Filme: Separados mas iguais - teses jurídicas dos advogados
No caso Brown x Board of Education a Suprema Corte dos EUA considerou inconstitucional a doutrina “separados mas iguais” que vigorou por mais de meio século nos EUA e que permitia que estados insituíssem escolas separadas para brancos e para negros.

Kelsen x Dworkin - interpretação jurídica positivista x construtivista

A teoria positivista associada à Hans Kelsen, também conhecida como modelo de regras - teoria formalista do direito. Para Kelsen, o Direito é o conjunto das normas de conduta.
Kelsen x Dworking - diferença entre as teorias de interpretação jurídica positivista e a construtivista
A teoria da interpretação positivista tem como característica o ceticismo moral, que é a concepção de que a interpretação é sempre subjetiva, dependendo mais de quem interpreta do que da norma positivada. Dessa forma, as normas não podem ser interpretadas segundo uma concepção de juízos morais, mas segundo à norma positivada e legislada segundo uma hierarquia de normas.

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Stone leva Brasília à Times Square em Nova York

No sábado, 12, a homenagem da Stone aos micros e pequenos empreendedores brasileiros foi destaque em uma das praças mais famosas do mundo, a Times Square, em Nova York. A campanha "Negócios são motores de sonhos" fez o nome de 219 cidades brasileiras brilharem nos painéis digitais da Nasdaq.
"Essa é a homenagem da Stone à Brasília e todos os empreendedores que dedicam seu tempo, energia e fé investindo na região. É sempre importante lembrar do papel de cada micro e pequeno negócio do Brasil que, juntos, constroem 30% do PIB brasileiro", comenta Alessandra Giner, head de Marketing e Relações com Clientes da Stone.

domingo, 18 de outubro de 2020

Elon Musk sobre quarentenas: 'A Suécia estava certa'

O bilionário dos carros elétricos Elon Musk apontou recentemente em sua conta no Twitter que a abordagem da Suécia na COVID-19 em não fazer quarentenas: "A Suécia estava certa".
Elon Musk sobre quarentenas: 'A Suécia estava certa'
Quando as pessoas pensam em países polarizados, a Suécia raramente vem à mente. Pelo menos esse era o caso antes de 2020.

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Avenida W9 no Setor Noroeste finalmente será concluída

A aguardada Avenida dos Ipês, a via W9 do Setor Noroeste, vai sair do papel após mais de 16 anos de espera. Isso só é possível graças a acordo histórico da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) com os indígenas que viviam no local e ocupavam um trecho da área. Em julho deste ano eles foram realocados.
Via W9 Noroeste - Brasília


Para preservar o Santuário dos Pajés, a via teve seu trajeto mudado (foto). A expectativa é de que a obra seja entregue até o fim do ano. Cerca de R$ 1,7 milhão é investido pela Terracap no empreendimento.

domingo, 4 de outubro de 2020

O Regime Militar no Brasil: causas e motivos da revolução de 64

Muito se fala que o regime de 64 foi motivado, principalmente, pela necessidade de desmantelar o "modelo populista" que vinha sendo implantando por João Goulart. Neste artigo sustento que o regime militar de 1964 aconteceu como uma solução política para um problema político - a paralisia decisória do Poder Executivo e do Legislativo.
O Regime Militar no Brasil: causas e motivos da revolução de 64
Fernando Henrique Cardoso argumenta em “Associated-Dependent Development" que o regime de 64 veio ´para desmantelar o modelo populista, e garantir “reintegração do Brasil à economia internacional, agora dentro da lógica dependente-associada“. Essa tese não se sustenta. Em primeiro lugar, conforme dados do IBGE, o crescimento econômico foi de 9,7% em 1960 e de 10,3% em 1961, quando assumiu Goulart. Já sob a administração de Goulart, o crescimento caiu para 5,3% em 1962, depois desabou para 1,5% em 1963. Em 1964 foi de 2,9%.

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Justiça do Trabalho: uma piada trágica, cara e ineficiente

A vergonhosa Justiça do Trabalho do Brasil, assim como o Poder Judiciário inteiro no Brasil, é um exemplo perfeito e acabado da ineficiência e ineficácia.

Poder Judiciário no Brasil - ambiente medieval
Poder Judiciário no Brasil - ambiente medieval
A Justiça do Trabalho custa R$ 20 bilhões por ano para o povo, e o total de causas julgadas não chega a R$ 5 bi.

domingo, 24 de maio de 2020

Ministro do STF Celso de Mello cometeu crime ao divulgar vídeo?

No dia 22 de maio de 2020 o Ministro do STF, Celso de Mello, liberou para divulgação publica o vídeo da reunião ministerial do Presidente da República, Jair Bolsonaro, com seus ministros, ocorrida no dia 22 de abril, no âmbito da investigação da denúncia do ex-ministro Sergio Moro de que o Presidente da República interferiu na Polícia Federal. O vídeo foi divulgado praticamente na íntegra, de uma reunião privada, e a questão que se discute é se o Ministro do STF, Celso de Mello, praticou crime de abuso de autoridade por divulgar o vídeo na íntegra.

Ministro do STF Celso de Mello cometeu crime ao vídeo?

A questão vem à discussão pública porque o Presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou em sua conta no Twitter, que o artigo 23 da Lei nº 13.869, de 2019 - Lei de Abuso de Autoridade, que tipifica como crime o ato de "Divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou a imagem do investigado ou acusado", com a seguinte "Pena - detenção, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa."

quinta-feira, 21 de maio de 2020

A desastrosa condução de Bolsonaro para a economia

O presidente Bolsonaro vem se notabilizando para sua condução política de brigas e conflitos eternos contra governadores, congresso, supremo e até de seus ministros. Será que ele não percebe o quão ruim para ele mesmo é essa condução? Ruim do ponto de vista eleitoral, porque quanto mais ele briga, menos crescimento na economia haverá, e mais desemprego haverá. Hoje, com a reunião do Presidente com governadores, o risco brasil (CDS) desabou.

A desastrosa condução de Bolsonaro para a economia

Então é uma burrice enorme essa política de colisão full-time adotada por Bolsonaro. É burra porque prejudica todos, o próprio Bolsonaro, o país, tudo.

sábado, 9 de maio de 2020

Folha de SP faz Fake News em matéria "Verba publicitária de Bolsonaro irrigou sites de jogos de azar e de fake news"

A Folha de São Paulo publica uma matéria "Verba publicitária de Bolsonaro irrigou sites de jogos de azar e de fake news na reforma da Previdência", para tentar atacar o Governo Bolsonaro, mas está totalmente errada. A matéria inteira é Fake News pura.

"Verba publicitária de Bolsonaro irrigou sites de jogos de azar e de fake news"

A matéria diz que teve impressões no Get Movies, que é um canal do youtube em russo. Em primeiro lugar, o fato de ser veiculado lá não significa que foi pago, pois o anunciante não paga por impressão. Segundo, mesmo que o site é em russo, a segmentação do Adsense é pelo lado do espectador. Logo, se quem está vendo o anúncio está no Brasil e acessa um vídeo de um canal russo ( e isso é muito normal, porque o próprio Youtube que recomenda os canais), a impressão do anuncio vai aparecer para quem está assistindo, pois essa pessoa é brasileira e está no Brasil. Então normal, 100% de aparecer o anúncio no Get Movies.

sábado, 18 de abril de 2020

Prefeitura de SP quer forçar colapso internando pacientes com sintomas leves

Como os hospitais estão vazios, então precisa-se dar um jeito de lotar, para com isso justificar isolamento cada vez mais insano e, com isso, prejudicar a economia para desgastar o governo federal.


Veja matéria do SBT: Prefeitura de SP vai internar pacientes com sintomas leves. Ou seja, eles querem dar a um impressão de colapso. Na boa, PSDB está se afundando nessa crise.

Estadão usa escala logarítmica em gráfico para mostrar situação do Brasil muito pior do que é

O Estadão está agora usando escala logarítmica para fazer notícias sensacionalistas sobre a COVID-19 e tentar fazer o Brasil ficar igual à Itália e EUA.


O Brasil com menos de 1/5 dos casos da Itália, e menos de 1/20 dos EUA, aparece no gráfico como quase igual. A imprensa brasileira entrou pesado no jogo político. Será que está sendo influenciada pelas verbas públicas do governo de SP.

COVID-19: Desaba internações e disparam altas no Einstein em SP

A situação do hospital Albert Einstein em São Paulo é de queda vertiginosa de internações, e de disparada de altas.

COVID-19: Desaba internações e disparam altas no Einstein em SP

A situação tranquila de São Paulo não condiz com o nível de lockdown usado em São Paulo, e sugere que o governador de São Paulo está conduzindo a crise de saúde pública com interesses puramente políticos, ou seja, dar um golpe em Jair Bolsonaro.

domingo, 26 de janeiro de 2020

Sérgio Moro x Jair Bolsonaro - os motivos da cizânia

É notório que há um antagonismo entre o presidente Jair Bolsonaro e seu ministro da Justiça, Sérgio Moro. A maior parte dos jornalistas aponta que o motivo para tal situação seria que Bolsonaro teria “ciúmes” e medo de “popularidade" de Moro, o qual poderia ameaçar o projeto de reeleição de Bolsonaro em 2020. Esses são argumentos repetidos por jornalistas, que não só não entendem nada de Segurança Pública, como na sua maior parte são esquerdinhas e contrários ao governo Bolsonaro. Mas o real motivo da divergência é que Moro não executa a política de segurança pública definida pelo presidente.

Sérgio Moro x Jair Bolsonaro - os motivos da cizânia

Antes de mais nada, Bolsonaro não tem "medo" da popularidade de Moro porque que se a economia e a segurança pública continuarem na trajetória que estão, Bolsonaro se reelege em 1ª turno em 2022 (aliás, como apontou a pesquisa da MDA/CNI desta semana). O Moro não tem chance em uma disputa contra o Bolsonaro montado em uma economia bombando.

domingo, 19 de janeiro de 2020

Forbes: escândalo nazi no Brasil não tem importância

Na semana passada, foi outro daqueles escândalos do Twitter infundidos no Brasil, dos quais apenas os viciados em política se preocupam. Este deu aos que menosprezam o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, quase tanto quanto Donald Trump, um motivo para se gabar de "eu te disse". Sim, membros do gabinete de Bolsonaro são nazistas obstinados, era a mensagem. Portanto, a maçã não cai longe da árvore. Um mais um é cinco.


Tudo aconteceu quando o terceiro contratado de Bolsonaro como Secretário da Cultura, Roberto Alvim, anunciou nas mídias sociais uma nova bolsa de arte financiada pelo Estado.

Brasil está sofrendo fuga de capitais? Sim, e isso é bom!

Diz-se por aí que o Brasil vem sofrendo "fuga de capital" por conta do governo Jair Bolsonaro. De fato, em 2019 já saíram da Bolsa de Valores brasileira mais e U$ 40 bilhões de dólares. O que não dizem é que isso é um processo previsível e desejado pelo governo.


Na verdade isso é fuga de capital especulativo. Era o dinheiro que vinha fazer “arbitragem” de juros. Os juros nos EUA está em 1,5%. Como o Brasil do PT pagava 14,5%, os investidores entravam no Brasil e compravam títulos do governo que pagava 14,5%. Vai ficando e lucrando a diferença de juros (14,5% - 1,5%). Tem um risco nessa operação que é a desvalorização do câmbio, mas quando o diferencial de juros é muito alto, vale a pena.

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Autoritarismo e Liberalismo no Brasil: do Império a Bolsonaro

Convivência entre Autoritarismo e Liberalismo

Autoritarismo e Liberalismo no Brasil: do Império a Bolsonaro

O Brasil tem uma tradição de governos de corte autoritário, e uma progressiva adoção de aspectos liberais no campo econômico, refletindo uma convivência entre autoritarismo político e liberalismo econômico. Neste texto analisamos o contexto político e econômico das fases imperial e republicana, mostrando que as ideias liberais vem sendo progressivamente adotadas no Brasil, com uma descontinuidade marcante no início do século XXI, com inflexão autoritária na economia e na política. A partir de 2016, porém, retoma-se o processo liberalização político e econômico.
alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');