sábado, 4 de maio de 2013

Fipe mostra preços dos imóveis em aceleração em 2013

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE - da USP - Universidade de São Paulo, divulgou o índice FIPE-ZAP relativo a abril de 2013, o qual apresentou variação positiva de 1,1% no preço anunciado do m2 - número que é 0,2 pontos percentual maior do que a registrada
em março (0,9%).

A variação acumulada nos primeiros 4 meses de 2013 ficou em 3,9% - uma retração em relação aos 5,3% observados em 2012, entretanto, o mês de abril mostra uma interessante valorização média de 1,1% - índice que supera qualquer aplicação financeira de baixo risco atualmente.



O gráfico acima mostra que há uma tendência de aceleração na valorização dos ativos imobiliários neste início de 2013, algo que vínhamos apontando há algum tempo. Dado que os preços dos imóveis reflete variações positivas de PIB e Bolsa de Valores, e variações negativas de juros, nada mais natural que ocorrer uma variação positiva neste momento em que temos PIB em elevação e observamos um longo período de taxas de juros nas mínimas históricas.

O indicador FIPE-ZAP ampliado, que envolve um número maior de cidades também vem delineando uma tendência de aceleração no processo de valorização.

São Paulo


A cidade de São Paulo, com uma economia predominantemente voltada para a iniciativa privada apresentou uma valorização bastante interessante de 1,1% em abril. Entretanto, além da variação mensal, o que chama a atenção é o fato de ser o terceiro mês consecutivo que o índice acelera.

Rio de Janeiro


O Rio de Janeiro continua a apresentar interessantes valorizações em 2013, com variação de 1.2% em abril. A cidade será palco de importantes eventos esportivos nos próximos anos e, por isso, recebe grandes investimentos, o que explica a elevada valorização pela qual tem passado.

Brasília

O mercado imobiliário em Brasília atravessa um período de estabilidade - o que é ótimo para os compradores, que, assim, podem escolher seus imóveis com tranquilidade. Entretanto, a variação de 0,2% em abril foi a maior do ano, revertendo variações negativas, o que pode indicar o início de um processo de valorização - algo que somente poderá ser confirmado ao longo dos próximos meses.

Curitiba e Florianópolis


Essas duas cidades da região Sul estão experimentando valorizações expressivas de seus respectivos mercados imobiliários em 2013, com Curitiba tendo se valorizado nada menos que 3.2% em abril de 2013. Florianópolis, com 1.4%, também se apresenta como uma das maiores variações em âmbito nacional.

Aluguéis

O gráfico acima mostra o histórico da taxa de rentabilidade dos aluguéis em São Paulo e Rio de Janeiro, onde se observa que nos últimos meses o indicador passa por estabilização, com rentabilidade média de 0,48% em São Paulo e 0,4% no Rio de Janeiro.

A estabilização dessa taxa, associada com o fato de que o valor dos imóveis está se valorizando, é uma péssima notícia para quem vive de alguel, pois fica evidente que o custo mensal para se alugar um imóvel está cada vez mais elevado, refletindo a valorização imobiliária.

É importante ressaltar, também, que esse indicador de rentabilidade dos alugueis é o único argumento que sustentava a idéia de que haveria uma bolha imobiliária no Brasil. Agora, como visto, até mesmo esse argumento terá que ser escamoteado, visto que nem ele mais dá sinais de bolha, dado que uma taxa de 0,48% mensal em São Paulo é superior a qualquer aplicação de renda fixa de baixo risco, evidenciando, também, que os imóveis se tornaram ótimas alternativas de investimento.

Conclusão

A fase de valorizações anuais como o pico de 44,1% vista no Rio de Janeiro em meados de 2011 não é mais a realidade do mercado imobiliário brasileiro. O momento agora é de variações positivas menores, porém com perspectivas de acelerações nessas variações, sobretudo em praças com economias influenciadas por dinâmicas relacioandas aos ciclos de negócios privados, como São Paulo e Curitiba.

Esse quadro mostra que, para quem pretende adquirir um imóvel, o momento atual é propício, visto que as condições de financiamento imobiliário, sobretudo para imóveis com valores abaixo de R$ 500 mil reais, são extremamente favoráveis, com taxa de juros reais entre 1% 2%, o que permite-nos inferir que a máxima segundo a qual "quem não comprar um imóvel agora pagará mais caro no futuro", pode  ser atualizada para " quem não comprar um imóvel agora pagará mais caro no futuro, e com condições de financiamento piores (taxas de juros maiores e prazos menores)".

43 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que nao vale pra minha cidade:http://www.ovale.com.br/nossa-regi-o/preco-de-imovel-cai-25-em-s-o-jose-em-2013-diz-pesquisa-1.400061

Aqui nao sobe mais.....

Roberto disse...

Uma dúvida: as taxas de juros praticadas na maior parte dos contratos são pré ou pós fixadas? Eu pensava que eram pós fixadas e assim não seria necessariamente vantajoso comprar no momento em que elas estão mais baixas, porque o comprador poderia acabar assumindo um financiamento que encareceria (tendo em vista a perspectiva de aumento dos juros).

Kássia Tavares disse...

Pré-fixadas. Hoje se consegue 7.9% a.a. + TR, que está em 0 praticamente.
Hoje o financiamento imobiliário é um ótimo negócio, até para quem tem dinheiro para pagar a vista, é melhor pegar o financiamento. É provável que, em um financiamento de 35 anos, em 10 anos o saldo devedor já seja irrelevante....pois ele será corroído pela inflação.

Kássia Tavares disse...

Quando vc contrata o financiamento vc trava a taxa de juros. È por isso que digo que hoje é o melhor negócio e recomendo a todos que podem.

Anônimo disse...

E quando você deixa de pagar alguma prestação, tem algum problema? Afinal de contas, durante os 35 anos de financiamento, algum problema pode acontecer, um filho a mais em casa, uma doença, etc.

Anônimo disse...

Hoje (desde o fim de 2011) a TR está perto de zero, mas se a inflação aumentar muito, ela aumentará também.

Sem contar que existe ainda o risco da forma de cálculo da TR mudar pra pior (isso já aconteceu em 1999).

Anônimo disse...

Se no Noroeste e em Aguas Claras as vendas estão como estão, imagina se os preços nestas áreas estivessem subindo, aí é que não se venderia nada mesmo. Tem gente que acha que se disser que os preços estão subindo as pessoas voltarão a comprar para aproveitar a subida de preços, não entendem que as vendas despencaram nestes bairros simplesmente porque os preços estão superiores à capacidade de pagamento das pessoas. Pessoalmente eu gostaria que estivessem subindo mesmo, isto faria com que a bolha estourasse mais rápido.

Anônimo disse...

Apenas uma informação, 7,9% são para imóveis de até R$500.000,00. No Noroeste não existem imóveis nestes preços.

Anônimo disse...

Acredito que nem para São Paulo o maior mercado do país:

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,preco-de-imovel-novo-recua-pela-1-vez-em-quatro-anos,152741,0.htm

Kássia Tavares disse...

É, e acima de R$ 500k é 8,5%, com TR 0%, dá 1% de juros a.a. Difícil achar melhor negócio que esse, sobretudo para financiar um ativo (imóvel) que se valoriza acima da inflação no Brasil.

Kássia Tavares disse...

Vocês acreditam em bolha faz quatro anos, acreditam em notícias falsificadas, acreditam em profecias econômicas...vocês são mesmo INACREDITÁVEIS....kkkkkkkkkkk

Observador disse...

Aonde que se valoriza mais que a inflação. Você e muitas outras outras pessoas que fizeram ótimos negócios compraram Noroeste em 2009 por 12.500/m² e hoje vale 8500. A inflação no período foi cerca de 25% e o "rendimento" do seu negócio de -30%, sem contar o INCC.
Nao considero um investimento tão bom assim.
Outra coisa, pela própria tabela desta página percebe-se que a variação dos preços em BSB no ultimo ano foi próxima de 0, pagando juros de 8,5 na CEF (na melhor das hipóteses, com conta salário, relacionamento e sendo servidor) num imóvel de 800K significa só neste ultimo ano ter rasgado cerca de 80k, pois além dos juros de 8,5% tem as taxas, seguros, etc. Se contar depreciação e custo financeiro então o fumo vai para cerca de120K no ano, ou seja, pagar 10K por mês de aluguel por um container em um canteiro de obras.

Kássia Tavares disse...

Cara, faz o seguinte: vá mentir nesses sites que publicam notícias falsas. Quem comprou Noroeste em 2009 pagou menos de R$ 8k/m2, em aptos de metragem até 90m2, e menos de 7k/m2 em aptos maiores, com mais de 140m2 e quatro quartos e 3 ou 4 vagas.
E isso para as unidades mais caras. Unidades poentes e de andar baixo os valores eram até inferiores a isso.
Qualquer pesquisa no WIMOVEIS mostra aptos prontos no Noroeste bem posicionados e bem localizados, com metragem inferior a 100 m2, com valores de m2 em torno de 10k/m2. Ou seja, para quem pagou menos de 7,5k/m2 e hoje está 10 k/m2, representa uma valorizaçáo de 33%. Se contar que esse povo pagou em torno de 30% do apto até as chaves, então a variação nominal do investimento dele foi de mais de 100%, caindo para algo em torno de 70% se for aplicado o INCC.
Ou seja, o Noroeste foi um ótimo negócio para quem comprou em 2009, e vai continuar a ser, pois ele tende a ser o bairro mais valorizado de Brasília.

Agora, para gente INVEJOSA e RANCOROSA como você, só resta tentar repetir MENTIRAS, publicar notícias falsas, na vã tentativa de tentar aplacar um pouco da INVEJA e do RANÇO que vocês sentem de quem comprou um ou mais apartamentos no Noroeste.

É incrível como esses bolhotas são INVEJOSOS. ô povinho de vidinha medíocre, gente! Se tentassem trabalhar um pouco mais, não ficariam dando esse espetáculo grotesco de INVEJA e RESSENTIMENTO como esse OBservador.

De qualquer forma, eles são tão limitados, que é até divertido, de tão fácil, mostrar como eles MENTEM descaradamente. Pior: mentem apenas para tentar diminuir um pouco sua INVEJA e RESSENTIMENTO. Que vidinha ridícula desse pessoal....

Kássia Tavares disse...

Para os mentirosos de plantão que falam que NW está a R$ 8.500 reais / m2.

Os fatos:

2 quartos - R$ 11.188 reais/m2


http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-109-bloco-f-784375

2 quattos - R$ 10.273 reais/m2
http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-311-760276


2 quartos - R$ 9.462 reais/m2 (detalhe: 1º andar e poente)

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-111-790375

2 quartos - R$ 9.770 reais/m2

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-311-bloco-b-773396

2 quartos - R$ 11.310 reais/m2

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-109-bloco-f-790202

2 quartos - R$ 9.509 reais/m2

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-2-quartos-sqnw-311-bloco-a-746693

Esclarecimento: os aptos mais baratos, na faixa de R$ 9.500 reais/m2 são em geral unidades poentes e de andar baixo, com 1 vaga de garagem. Essas unidades foram vendidas em 2009 em valores em torno de R$ 7.000 reais, e hoje valem 35% a mais. Como quem comprou pagou menos de 30% da unidade, tiveram valorização do capital em torno de 70% em termos reais (Já descontado o INCC).

Isso é para o desespero dos bolhotas INVEJOSOS e RESSENTIDOS. Bolhotas de Brasília, TRABALHEM MAIS e MINTAM MENOS!

Kássia Tavares disse...

E tem mais: eu mesma em 2009 optei por investir em São Paulo, pois observei que o mercado lá estava subvalorizado, e com defasagem em relaçãoa aos demais, e que, obviamente, ele tenderia a se valorizar mais em relação a Brasília e Rio (mercados de alta liquidez).
Como se pode ver pelos dados da FIPE que mostram os preços de SP subindo bem mais que BSB, minha decisão não poderia ter sido mais certa.
Moooorrrammmmmmm de inveja, Bolhotas!
Recadinho para vocês: sejam menos invejosos e, ao invés de tentar se auto-enganar que morar de aluguel é o melhor negócio do mundo e que quem comprou imóveis teve preju, TRABALHEM MAIS E MINTAM MENOS! Já vai ajudar bastante!

Anônimo disse...

A Kassia está certa.

Não está 8.500 o m2 no Noroeste, já se acha por menos:

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-3-quartos-sqnw-310-612095

Isso mesmo, preço PEDIDO, 8200 o m2, se chegar na frente com 750K compra na hora!!!

Outro:

http://www.wimoveis.com.br/imovel/venda-apartamento-brasilia-df-3-quartos-sqnw-309-bloco-i-783649

R$ 8700,00 o m2.

Se confia tanto nessa informação que passa, compre urgentemente esses dois apartamentos para você...heheheheh

Kássia Tavares disse...

O primeiro anúncio não tem nem foto. E ambos são de aptos acima de 100 m2, com 1 vaga de garagem, poente e 1º andar. Sabe quanto o proprietário pagou nesse imóvel no lançamento? Em torno de R$ 6.5k/m2.
Ou seja, excelente negócio para quem comprou.
Recadinho para vocês, bolhotas: INVEJEM Menos e TRABALHEM MAIS.

Kássia Tavares disse...

A mente bolhota tenta se auto-enganar assim: eles pegam o preço de 2012 aptos no NW 1xx de 4º ou 5º andar, nascentes, com 80m2, 2 vagas de garagem soltas e com vista para o Burle Marx, e falam que esse é o preço que foi vendido em 2009. Depois, eles pegam um apto pronto de 1º andar, 1 vaga de garagem, nas SQNW 3XX, poente, com vista para o estacionamento, e dizem que é a mesma coisa.
Manés...kkkkkkkkkkk
Bolhotas, invejosos e rancororos: Destilem menos inveja, e trabalhem mais!

Anônimo disse...

Isso quando eles não pegam uma cobertura de 300 metros quadrados que vai entregar em 2016 com preço à vista R$ 7.500 para falar que está abaixo de 8....hahaha

Anônimo disse...

so uma informaão:o dono do site bolha imobiliaria parece q mora em curitiba...cidade que deu 3.2% no último mes e vem dando em torno de 2% ao mes desde novembro de 2012. que timming mais errado deles não?

Anônimo disse...

Eu trabalho muito Tia Kássia, mas não uso de mentira nos meus negócios, não preciso falar que mato é bairro de luxo, nem falar que quem não compra é porque está com inveja. De repente a pessoa é inteligente e nem quer pagar preço alto em imóvel ruim, qual o problema? Se você dimensionou mal seus negócios, procure da próxima vez uma assessoria melhor, ou abaixe os preços, ou faça um acabamento decente. De repente vende...

Kássia Tavares disse...

Sim, claro, muito inteligente mesmo: acreditando profecias de quedas de preços desde 2010 (período no qual os preços subiram mais de 60%), acreditando em sites de publicam notícias falsas, profetas....kkkkk.
Inteligentíssimos!!!! Continuem assim! Quanto menos concorrêcia, melhor! Rá..Rá..

Anônimo disse...

Bom dia,

Meu primeiro comentário aqui.

Sou funcionário do Itamaraty, e moro no exterior. Recentemente, cogitei a compra de um imóvel como investimento na minha cidade (Brasília). Talvez mais de um apto. O primeiro para investir e o segundo para residir quando da minha volta ao DF, em 1 ano e meio.

Vi que os preços estão meio salgados. Há muitos anos que não acompanho o mercado.

Na opinião da Sra., os preços vão se manter ou será que dão uma baixada? Este é o momento correto para comprar?

Muito obrigado pela orientação,

Kássia Tavares disse...

Meu querido, depende de onde você vai comprar. O que posso dizer é que o Noroeste hoje está com preços excelentes e a tendência é de valorização acima das demais áreas do Plano Piloto, visto que o GDF vai acelerar as obras de infra-estrutura do bairro agora que o Mané Garrincha está praticamente concluído.
Sendo assim, eu não tenho a mais remota dúvida que o Noroeste terá seus preços majorados ao longo de 2013 e em 2014, que, associado ao fato de que as taxas de juros de financiamento imobiliário estão em duas mínimas históricas, tornam esse tipo de aquisição bastante atrativa no momento.
Uma coisa é certa: se você adiar a compra, pagará mais caro em imóveis no Noroeste no futuro, e terá condições de financiamento piores (taxas de juros maiores).
Ou seja, para quem quer morar no Plano Piloto, o setor Noroeste hoje é uma oportinidade mesmo, visto que os preços estão depreciados em função do atraso na implantação da infra-estrutura. Mas quando as obras de infra forem sendo concluídas, os preços vão subir, não tenha dúvidas disso.

Anônimo disse...

Ou seja: este é o momento para comprar, certo?

Tenho 34 anos e moro no exterior desde os 26, a serviço federal. Nunca comprei imóvel próprio no Brasil. Ocorre, contudo, que, conversando com meus pais a respeito, eles realmente confirmaram que o mercado imobiliário está em ebulição. Parece-me, portanto, ser uma boa chance para investir.

Por outro lado, também me parece que os preços estão um pouco díspares da renda média brasileira.

Devido a outros comentários, postados aqui mesmo neste site, fiz uma visita ao site que rivaliza com este, o bolha imobiliária. Lá, a despeito de uma série de disparates escritos por alguns frequentadores, encontrei argumentos sólidos sustentando a tese de inchaço do mercado.

Possuo acesso à agenda econômica internacional brasileira em relação aos EUA e outros países do continente americano; por óbvio, não posso detalhar. Afirmo, todavia, que os juros, principalmente devido a algumas pressões internacionais recorrentes, ocorridas "em off", retornarão aos patamares da época dos 2 dígitos.

Isto provavelmente não me afetará, pois procuro investir capital próprio. Afetará, sim, os que buscam financiamentos imobiliários, que podem se tornar inviáveis. Fico pensando se não seria mais prudente aguardar alguns meses e sentir melhor a situação do mercado. O que a Sra. acha?

Novamente, muito obrigado pela orientação e parabéns pelo site.

Anônimo disse...

Miguel Jacó é vc, meu filho?!

SERÁ QUE SÓ EU SINTO VERGONHA ALHEIA POR ELES?

Kássia Tavares disse...

fiz uma visita ao site que rivaliza com este, o bolha imobiliária. Lá, a despeito de uma série de disparates escritos por alguns frequentadores, encontrei argumentos sólidos sustentando a tese de inchaço do mercado.

Qual argumento sólido? As profecias? kkkk

Possuo acesso à agenda econômica internacional brasileira em relação aos EUA e outros países do continente americano; por óbvio, não posso detalhar. Afirmo, todavia, que os juros, principalmente devido a algumas pressões internacionais recorrentes, ocorridas "em off", retornarão aos patamares da época dos 2 dígitos.

Meu querido, as únicas pressões dos EUA que influenciam a taxa de juros no Brasil é a taxa de juros básica nos EUA e a inflação dos EUA. Quanto à taxa de juros básica, o FED já informou que vai ficar onde está até, pelo menos, 2015. Com relação à inflação nos EUA, está perto de 0. Logo, as pressões que vem dos EUA para a economia brasileira ajudam a manter os juros mais baixos.

Mas, os juros vão sim aumentar, mas não por conta de "pressões internacionais recorrentes", e sim em decorrência dos preços internos. E mesmo assim, não vão chegar aos 2 dígitos, visto que as estimativas mais pessimistas apontam 8,75% como o teto do ciclo de aperto monetário em curso.

E, é exatamente por isso que contratar um financiamento imobiliário, hoje, com taxa de juros de 7,9% ou até mesmo 8.5% é um ótimo negócio, visto que o contrato trava os juros nesse patamar, resultando em um juro real de 1 ou 1.5% ao ano! Difícil achar melhor negócio que isso.

Ou seja, mesmo quem tem capital próprio, compensa pegar um financiamento imobiliário para, ou pegar um imóvel melhor do que já tem, ou para comprar outro para investir, ou, claro, para sair do aluguel.

E, com relação ao timming do Noroeste, o que tenho a dizer é o seguinte: NINGUÉM QUE COMPROU IMÓVEL NO NOROESTE E QUE ESPEROU ELE FICAR PRONTO PERDEU DINHEIRO. NINGUÉM.

É claro que pessoas que calculam mal seus investimentos e são obrigada, por qualquer motivo, a se desfazer de seus imóveis na planta antes das chaves, acabam tendo prejuízo, mas estes são MINORIA NO MERCADO, e é um fenômeno que sempre aconteceu.

Como os bolhotas (invejosos) nunca fizeram 1 negócio imobiliário, eles acham que isso (vender antes das chaves) é a regra, quando, de fato, é a exceção.

Dessa forma, com a perspectiva de aceleração da valorização do Noroeste em 2013 e 2014 (algo que já pode ser visto, inclusive, no FIPE-ZAP de Abril), quem tem condições de comprar e/ou contratar financiamento imobiliário para aquisição do Noroeste é melhor fazer o quanto antes possível, pois, assim, conseguirá um preço de metro quadrado mais baixo, e um plano de financiamento mais favorável.

Anônimo disse...

Eu não sinto vergonha, sinto pena.

Anônimo disse...

se o diplomata ai querer esperar 10 anos e tentar a sorte em outros investimentos, PODE até ser que encontre outro cenário, mas alguns meses só vai encontrar os preços mais altos.

Anônimo disse...

Eu consultei o FIPE-ZAP e no último ano ele mostra que investir em imóveis no DF não parece ser uma boa coisa, neste ano segundo o FIPE-ZAP a valorização foi de 0,1% e no último ano foi -0,5%.
Se formos avaliar que os preços estão muito altos, o que dificulta uma valorização futura e que atualmente perde até da poupança, a qual tem muito menos riscos e liquidez muito maior, imóveis me parece um péssimo investimento.
Eu acho que quem comprou imóvel para investimento a mais de dois anos ainda vai conseguir bons lucros, mas quem comprou depois vai ter que aceitar o prejuízo.
Lembrando que esta análise é para todo o DF, no Noroeste e em Aguas Claras a situação é bem pior.

Kássia Tavares disse...

Águas Claras eu não sei, mas o Noroeste é, com certeza, a melhor opção de compra no DF inteiro quando se trata de investimento. É o local que com toda a certeza apresentará valorização real nos próximos anos.

Kássia Tavares disse...

Não tenha a menor dúvida que quem não comprar no Noroeste agora vai pagar mais caro ainda este ano de 2013 e vai pagar bem mais caro em 2014.

Anônimo disse...

Não vai pagar mais caro, e a razão é bem simples, se cobrarem mais caro não vendem. Não estão conseguindo vender pelo preço atual e você acha que se aumentarem venderão?

Kássia Tavares disse...

Vocês vivem em um mundo de fantasias onde o mercado está parado. O mercado está parado e a arrecadação de ITBI bombando:

http://www.politicaeconomia.com/2013/03/bolha-imobiliaria-itbi-df-mostra.html

ITBI é um imposto que se cobra na transferência de um imóvel. Portanto, se a arrecadação está bombando, isso significa que os negócios estão acontecendo ou em mais quantidade, ou na mesma quantidade, porém em preços mais elevados.

Ou seja, se você se ativessem aos fatos, não falariam tantas bobagens e profeririam tantos achismos.

Anônimo disse...

O Noroeste já foi lançado com preços muito altos, de uma forma geral poucos ganharam dinheiro naquele bairro, a maioria não ganhou e não vai ganhar. Diferente de outros bairros onde houve uma boa fazer para comprar, aquele bairro ecológico é um grande engodo feito para aproveitar-se de investidores incautos e nunca teve uma boa época para investir.
No futuro essa época só aparecerá se os preços caírem e se a infraestrutura do bairro melhorar, nada disso ocorrerá rápido, portanto, o Noroeste foi um péssimo investimento, é um péssimo investimento e ainda será um péssimo investimento por um bom período de tempo.

Kássia Tavares disse...

Péssimo investimento para quem não comprou. Quem comprou a 7k/m2 em 2009 e está vendo hoje seu imóvel valer 10k/m2 está feliz da vida.

Anônimo disse...

Quem comprou em 2009 pagou 12.5k o m², tendo até a piada do big brother. Hoje "anuncia" por 8.5 o m² e nem assim vende.

Kássia Tavares disse...

Bolhotas vivem de mentiras e ilusões. Eles repetem que quem comprou no Noroeste em 2009 pagou R$ 12.5k/m2 por pura inveja. Se eles se ativessem aos fatos, porém, não falariam tantas mentiras, mas aí não seriam bolhotas, certo?

Aos fatos:

http://www.secovidf.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=109:metro-quadrado-no-noroeste-podera-custar-r-8-mil-&catid=38:ultimas-noticias&Itemid=81

"Segundo a empresa responsável pelas obras dos três residenciais, o metro quadrado dos primeiros apartamentos ainda na planta custará entre R$ 7 mil e R$ 8 mil."

Metro quadrado por até R$ 8 mil no Noroeste

A empresa responsável pela construção das unidades confirmou o valor especulado pelo mercado imobiliário nos últimos dois anos. O metro quadrado no bairro nobre custará, inicialmente, entre R$ 7 mil e R$ 8 mil.

http://www.brasal.com.br/noticias-da-brasal/metro-quadrado-por-ate-r-8-mil-no-noroeste

25/08/2009 - Primeiro lançamento imobiliário do Noroeste vende 92% dos apartamentos em apenas três dias

O preço médio do metro quadrado ficou em R$ 8,2 mil.

http://correiobraziliense.lugarcerto.com.br/app/noticia/ultimas/2009/08/25/interna_ultimas,31678/primeiro-lancamento-imobiliario-do-noroeste-vende-92-dos-apartamentos-em-apenas-tres-dias.shtml

Portanto, bolhotas, podem morrer de inveja de quem comprou aptos no Noroeste a R$ 8.000 reais o metro quadrado, e vejam agora quanto estão custando esses imóveis.

Eu já falei e repito: MINTAM MENOS, e TRABALHEM MAIS!

Anônimo disse...

Ainda que tivessem comprado a 8,2K quatro anos depois vale menos...rs

Kássia Tavares disse...

Morra de inveja, bolhota:

http://www.politicaeconomia.com/2013/05/setor-noroeste-variacao-do-metro.html

Aprenda que neste blog nós trabalhamos com fatos, que demolem as fantasias e mentiras com as quais vocês estão acostumados. Sorry!

Anônimo disse...

Vender hoje no Noroeste a R$10K, conta outra... As vendas despencaram porque muitos acreditam que conseguirão este valor, só aqueles que acordaram para a vida e estão vendendo abaixo de R$8k é que estão conseguindo fazer negócios naquela bomba chamada Noroeste.

Anônimo disse...

Minha cara, ninguém no comentário falou em bolha, só você. Se tem bolha ou não eu não sei, só sei que os preços caíram. Por que você defende que os preços subirão sempre, mesmo quando eles caem? Qual é seu interesse nisso? Sem dúvida você não é compradora... Responda, segundo as notícias acima, os preços caíram ou não? Não quero saber se continuarão caindo ou não... quero saber se caíram.

Anônimo disse...

O Noroeste é o maior crime contra a economia popular da última década. Vendido como um bairro ecológico, com infra estrutura de primeiro mundo, não foi nada além de um golpe disferido contra a população. Esta, exausta com a idéia de gastar mais de 2 horas no trânsito todo dia, se rendeu ao conceito de morar no plano a qualquer custo, envoltos no canto da sereia de um Estado despreocupado com seus cidadãos e de um setor empresarial que só sabe sobreviver de modo predatorial. E o custo foi alto. O que vemos hj é um bairro sem nenhuma infra estrutura, que terá os mesmos problemas de acesso que o Sudoeste (outro grande engodo) apresenta hj. Os fundos para construir o Bairro Ecológico? Enterrados irresponsavelmente no Estádio Nacional. Talvez em 2025 ou 2030 o que já era para estar pronto seja concluído. E talvez então o sonho do que era para ser o Noroeste se confirme e o bairro valha o que nos foi dito que ele valeria.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');