sábado, 26 de março de 2011

Brasil e Estados Unidos poderão ter acordo sobre a utilização da Base de Alcântara

Em 2002, o então senador Aluízio Mercadante se opôs ao acordo de salvaguarda tecnológica entre Brasil e EUA para uso da Base de Alcântara. O acordo, assinado em 2000, está parado até hoje na Câmara dos Deputados, em função de restrições ideológicas e políticas do governo.

Base de Alcantara - Acordo Brasil - EUA

Recentemente, o mesmo Aluizio Mercadante, atual Ministro da Ciência e Tecnologia, declarou, durante a posse do novo presidente da Agência Espacial Brasileira, que o Brasil poderá ter um novo acordo de salvaguarda tecnológica com os EUA.

O novo presidente da Agência Espacial Brasileira, Marco Antônio Raupp, disse que um acordo de salvaguarda tecnológica do Brasil com os EUA parece ser “óbvio”.

É interessante observar que muitas declarações de políticos brasileiros mudam de acordo com a situação eleitoral. Quando estão na oposição não medem esforços para condenar qualquer proposta que seja, mesmo tais propostas sendo boas para o Brasil. 

É evidente que o atraso em mais de uma década de um acordo de cooperação tecnológica entre Brasil e Estados Unidos na área espacial já provocou prejuízos irreparáveis para o desenvolvimento tecnológico brasileiro. 

Os Estados Unidos respondem por 82% dos lançamentos de satélites no mundo, e são líderes incontestáveis nessa tecnologia, que movimenta mais de US$200 bilhões de dólares por ano. Espera-se que, agora, com o novo acordo, poderemos tentar recuperar o terreno perdido para China e Índia nesse assunto.

2 comentários:

Jonathan Mazzini disse...

Cooperação com dos EUA?? Eles nos sabotam o tempo todo, eles proibiram a Ucrânia passar tecnologia de lançamento de foguetes para o Brasil, quem acredita em cooperação? É sabotagem com nome de cooperação.
http://planobrasil.com/2011/02/22/wikileaks-revelam-sabotagem-contra-brasil-tecnologico/

Kássia Tavares disse...

Desculpe, mas o texto que você postou não passa de um panfleto cheio de ilações e sem qualquer fundamentação fática. Trata-se apenas de uma opinião sem qualquer embasamento.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');