segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Credit Suisse projeta crescimento de 4% para o PIB de 2013, e 4,5% em 2014

O Banco Credit Suisse, que foi o primeiro a prever o PIB brasileiro abaixo de 1,5% em 2012, previsão esta que foi classificada de "piada" pelo Ministro da Fazenda, mantém sua previsão de alta de 4% para o PIB de 2013.

Ministério da Fazenda - Brasília

Isso é o que reporta matéria do Jornal Valor Econômico, onde o economista-chefe do banco, Nilson Teixeira, afirma que está otimista com a com a recuperação da economia brasileira e, por isso, manteve a previsão de que o PIB crescerá 4% no próximo ano e 4,5% em 2014.

Além disso, ele não compactua com as opiniões segundo as quais a onda intervencionista do governo federal está atuando no sentido de reduzir a taxa de investimento. Assim, projeta que em 2013 a FBK - Formação Bruta de Capital Fixo - avance 6.5%.

Sobre 2012, Nilson Teixeira considera que, no quarto trimestre, o crescimento tende a ser em torno de 1%, enquanto no primeiro semestre do ano que vem, os números ficarão muito próximos de 4% [anualizados].

Em linhas gerais, a previsão de crescimento do PIB para 2013 é de 4% e de 4,5% em 2014, em linha com o que estamoa falando neste blog há muito tempo. E, o reflexo desse maior dinamismo da economia será preços de imóveis mais elevados em 2013 e 2014. Ou seja, quem não comprar agora, vai pagar mais caro no futuro.

12 comentários:

Anônimo disse...

Realmente, comprem agora ou nunca mais poderão! Rss...
Não vamos distorcer os fatos, por favor.

Anônimo disse...

Kassia, mas você não tinha dito que o pico de preços ocorreria em 2013, quando então você irá vender?

Kássia Tavares disse...

Naquele momento eu me baseava em estimativas de PIB bem fraco em 2014, mas, agora, estão melhorando as estimativas do PIB para 2014, como esta do CS - que tem acertado bastante.
Portanto, se o PIB em 2014 subir mais que o de 2013, e não houver alteração nos juros, a trajetória dos preços tende a ficar com primeira derivada positiva.

Anônimo disse...

Acho que a previsão para o fim de 2012 não era sobre o fim do mundo, mas sobre o fim da farra do setor imobiliário do DF.

Parabéns a todos os meios de comunicação que incentivaram a compra de imóveis no DF

Parabéns a todos os corretores que sugeriram a compra de imóveis com promessas eternas de valorização a 20% ao ano

Parabéns a todos os agionários e corretores de imóveis que compraram imóveis achando que ficariam ricos em poucos anos

A bomba já explodiu!

Acha que não explodiu?

Então tente vender seu imóvel bolhudo em menos de 6 meses!

Daqui a 6 meses, 1 ano, 1 ano e meio ou 2 anos voltaremos a conversar.

Anônimo disse...

Mas o mundo não vai acabar em 21/12/2012 ???

Anônimo disse...

Esse Blog eh muito bom. Essa Kassia eh otima. Muito melhor que certas idiotas sem charme nem graca que tem la no outro Blog da bolha.
Os comentarios do Anonimo e outros aqui tambem sao muito bons.
Da pra dar boas risadas.

Anônimo disse...

So da pra entrar como Anonimo, pois se eu colocar um nome diz que o URL tem carater nao valido. esquisito

Anônimo disse...

"Naquele momento eu me baseava em estimativas de PIB bem fraco em 2014"

Com esta afirmação suponho que vc estivesse esperando estabilização/queda dos preços em 2014, certo?

O PIB foi fraco 2011 e 2012 ... pq diabos o preço só ficaria estável/cairia se o PIB 2013 fosse menor que o de 2014? 2012<2011<2010 !!!!!!!!!!!

Você deixou de trazer para discussão no blog comentar o mais importante da notícia que são as premissas da CS para que este crescimento ocorra. Não é pq a CS falou que todo mundo tem que aceitar cegamente.

Kássia Tavares disse...

O modelo BIS/Yale fala que aumentos do PIB levam a aumentos dos imóveis (além de outros fatores que estão no artigo). Portanto, o PIB "fraco" não significou PIB negativo. Os PIB´s fracos de 2011 e 2012 são positivos, mas com evolução baixa. Ou seja, como o PIB desacelerou, os preços dos imóveis também desaceleraram.

Mas observe que neste exato momento a economia brasileira está em processo de aceleração moderada, visto que o crescimento de 0.6% no ultimo trimestre representa um crescimento anualizado de 2.4%, o que é mais que o 1.3% projetado para o ano de 2012.

E, ato contínuo, os preços dos imóveis começaram a ser acelerar novamente, como pode ser constatado na primeira aceleração do FIPE-ZAP em 2012:

http://www.politicaeconomia.com/2012/12/fipe-zap-de-novembro-mostra-precos-de.html

Anônimo disse...

Um modelo é uma representação da aproximada da realidade.

Existem grandes diferenças entre o estágio de desenvolvimento da economia e do mercado dos países alvo do estudo em comparação ao Brasil. Isso faz com que a aplicação do modelo não seja tão simples como você coloca e a valorização não é tão garantida.

Nós nem temos um índice oficial de preços imóveis pra fazer essa análise. Não acredito que o modelo BIS/YALE usou preço de anúncio de imóveis como dados do estudo.

Mais uma vez, não dá para justificar algo usando o nome de uma instituição para ter credibilidade, é preciso discutir os argumentos e as premissas.

Anônimo disse...

Kassia,

Mas a estimativa de crescimento do PIB foi reduzida para 2013 e 2014, após o fiasco de 2012.

E aí?

Anônimo disse...

Com a valorização da Kássia, um apartamento no Noroeste era para estar a R$ 20.000 o metro quadrado em 2014, mas já estamos na véspera de 2014, e os preços anunciados estão em R$ 10.000, e preços de venda em R$ 8.000.

Quem comprou pensando em especular está desesperado, porque com o reajuste do INCC, o lucro ficou quase zero, sem contar com a taxa de corretagem que pagou o comprador para a construtora. Se bem que este gasto com corretagem pode voltar ao comprador, pois a Justiça já considerou ilegal a cobrança da corretagem de quem compra imóvel na planta.

Em Brasília, várias construtoras e imobiliárias já estão sendo processadas.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');