terça-feira, 6 de novembro de 2012

Site Bolha Imobiliária falsifica matéria do Valor Econômico

Os falsos profetas da bolha imobiliária estão cada vez mais desesperados para manter o interesse na falácia de que os preços dos imóveis vão despencar. Depois de apelarem a profetas de araque, professores videntes e de terem levado consumidores a prejuízos, o método empregado, agora, é o da mentira pura e simples. Sim, o site Bolha Imobiliária passou a estampar mentiras e notícias falsas em sua página.

site Bolha Imobiliária falsifica matéria do jornal Valor Econômico

A método de falsificação, como não poderia deixar de ser, é tosco e rudimentar: consiste em falsificar o título de matérias jornalísticas e omitir trechos inconvenientes, para dar a falsa impressão a seus leitores de que a imprensa especializada em economia corrobora as mentiras e falácias veiculadas no site Bolha Imobiliária.


Reprodução parcial da matéria original do jornal Valor Econômico

O caso aconteceu com a matéria do jornal Valor Econômico (imagem acima) que tem o título de "Comprador potencial mantém cautela, mas que é mentirosamente divulgada no site Bolha Imobiliária como "Compradores desaparecem e aumentam crise na construção", conforme mostrado na imagem abaixo.

Matéria do Valor Econômico falsificada no site Bolha Imobiliária

Felizmente (ou não, quem sabe?) o editor do site Bolha Imobiliária é um analfabeto funcional que assassina a Língua Portuguesa sistematicamente. Assim, ele não poderia deixar de cometer um erro grosseiro de concordância verbal ao tentar inventar um título sensacionalista e falso para uma matéria do Valor. O resultado expõe de forma eloquente sua ignorância.

Matéria do Valor Econômico falsificada no blog Observador do Mercado

Como desculpa, o editor do Bolha Imobiliária sempre poderá alegar que apenas copiou e plagiou a falsificação de outro blog (imagem acima), que igualmente se notabiliza por disseminar a mentira e informações falsificadas a seus leitores, na vã esperança de que isso fará preços de imóveis caírem.

Para que fique bem claro: em nenhum momento a matéria do Jornal Valor Econômico (clique aqui para acessar a matéria original) fala que "compradores desaparecem" e tampouco que a "crise na construção aumentam (sic)".  Portanto, ao estampar em sua página principal o título "Valor: Compradores desaparecem e aumentam (sic) crise na construção", o site Bolha Imobiliária MENTE e divulga FALSA informação DELIBERADAMENTE (além de cometer um crime contra a Língua Portuguesa).

Conclusão


O site Bolha Imobiliária profetiza queda de preços de imóveis há mais de dois anos, período durante o qual os preços subiram quase 60%. Como os preços insistem em subir e o tema está sumindo da imprensa, só resta mesmo ao blog Bolha Imobiliária mentir e falsificar - algo que eles têm feito com a habitual incompetência.

64 comentários:

Anônimo disse...

O desespero bate à porta dos levianos e lunáticos bolhistas!

Visitante Carioca disse...

Kassia, rsss. Tá te sobrando tempo livre né? rss

Se você tem tanta certeza que a valorização vai continuar...por que perder tempo tentando provar o que "é óbvio"?

Se o "óbvio" é "óbvio" não precisa ser provado. Se o certo tá garantido, não é uma notícia que vai fazer cócegas na tendência de longo prazo do que ocorre.

Outra, aquele papo de "meu papel de informadora de fatos é desmontar mentiras que são fabricadas por aí" é furado, uma pessoa realmente inteligente pode sozinha (ou deveria, e se não faz merece mesmo é ser enganada) confirmar as fontes de informação.

Eu fui confirmar a fonte pq a notícia estava boa demais pra ser verdade. rss. Então, deixa o povo aprender a usar a internet e a informação, e se nunca aprender...é porque merecem as consequências de sua própria ignorância.

Você crê em valorização com estabilização. Eu creio em queda de preços, ao menos no Rio de Janeiro (em São Paulo eu estou um pouco alinhado contigo, acho que realmente há espaço para pelo menos manutenção do preço).

É difícil crer e aceitar que uma pessoa que mora num apartamento semi-condenado seja milionária só por estar na Zona Sul do Rio. Algo de muito estranho está ocorrendo.

Petróleo dura o que? uns 60 anos, eu que tenho vinte e pouquinhos, com o aumento da expectativa de vida, poderei ainda estar vivo e o Estado estar sem petróleo. Aí acontece o que? Turismo vai sustentar 15 milhões de habitantes? Duvido muito.

Mas nem precisa ir muito longe, 60 anos é muito. Acho que em 10 anos voltaremos a ter notícias de que na década de 2010 houve uma verdadeira pajelança imobiliária onde muito tubarão ganhou dinheiro e muita sardinha saiu enlatada.

Visitante Carioca disse...

By the way: "A mentira em sua gênese".

HA HA HA HA HA HA.

Na boa, esqueça minhas recomendações no comentário anterior. Continue postando tudo o que puder e quiser.

Garantirei momentos de alegria e risadas ao lê-los. Você escolhe bem as palavras ao ser sarcástica. Por isso consegue Ibope. kkkkkkkk

Anônimo disse...

Ué?! Eu achava que o mercado estava bombando....Acho que os compradores estão aguardando 2013, o ano do pico, para voltar e comprar mais caro, não é tia?

Anônimo disse...

Nunca havia entrado neste site/blog. Achei que encontraria assuntos pertinentes a "política e economia", como o nome do blog induz.

Cheguei aqui pelo google e me deparo com uma atitude ridícula de fazer uma postagem menosprezando outros blogs. Parece até que entrei em um programa de fofocas ou de paparazzi.

Seria muito mais edificante para o debate, confrontar os NÚMEROS da notícia, e não seu suposto título (que não altera em nada a interpretação da notícia).

E seja menos grosseira com as pessoas em suas postagem, lembre-se que gentileza gera gentileza.

Enfim, tenha um bom dia.

Kássia Tavares disse...

Se você tem tanta certeza que a valorização vai continuar...por que perder tempo tentando provar o que "é óbvio"?

Se o "óbvio" é "óbvio" não precisa ser provado. Se o certo tá garantido, não é uma notícia que vai fazer cócegas na tendência de longo prazo do que ocorre.

Outra, aquele papo de "meu papel de informadora de fatos é desmontar mentiras que são fabricadas por aí" é furado, uma pessoa realmente inteligente pode sozinha (ou deveria, e se não faz merece mesmo é ser enganada) confirmar as fontes de informação.

Eu fui confirmar a fonte pq a notícia estava boa demais pra ser verdade. rss. Então, deixa o povo aprender a usar a internet e a informação, e se nunca aprender...é porque merecem as consequências de sua própria ignorância.


Blog é uma forma de jornalismo. E jornalismo é também para dizer o óbvio.

Você crê em valorização com estabilização. Eu creio em queda de preços, ao menos no Rio de Janeiro (em São Paulo eu estou um pouco alinhado contigo, acho que realmente há espaço para pelo menos manutenção do preço).

Eu não "creio" em nada quando se trata de preços de ativos. Eu faço apostas. Estou menos otimista hoje que antes, quando ao mercado imobiliário. As previsões da economia para 2013 estão começando a se deteriorar.

É difícil crer e aceitar que uma pessoa que mora num apartamento semi-condenado seja milionária só por estar na Zona Sul do Rio. Algo de muito estranho está ocorrendo.


Petróleo dura o que? uns 60 anos, eu que tenho vinte e pouquinhos, com o aumento da expectativa de vida, poderei ainda estar vivo e o Estado estar sem petróleo. Aí acontece o que? Turismo vai sustentar 15 milhões de habitantes? Duvido muito.


Paris não tem petróleo e os preços são muito mais elevados que o Rio.

Kássia Tavares disse...

http://www.youtube.com/watch?v=lBKh4SDwgoA

Anônimo disse...

"Estou menos otimista hoje que antes, quando ao mercado imobiliário."

"Quando"?! Você não quer dizer "quanto"? Erro de digitação não foi, o "t" está bem distante do "d" no teclado. Para quem gosta de criticar os outros pelos erros de português...

Kássia Tavares disse...

Obrigada pela correção do erro de digitação.

Visitante Carioca disse...

Kassia, muito me é de se estranhar você comparar Rio de Janeiro com Paris.

Qualquer comparação de cidade já é execrável, quanto mais comparar uma cidade que responde por 6 a 7% do PIB de um país subdesenvolvido com uma cidade que responde por 36% da produção de um país desenvolvido. Que possui séculos de História Econômica Rica ( e não só pau-brasil, café, cana-de-açúcar e escoamento de ouro das Minas Gerais). etc... etc...E uma dinâmica econômica de altíssimo valor agregado.

Mas eu tenho certeza absoluta que vc sabe muito bem disso. Não adianta ficar atacando argumentos quando a pessoa responde de pirraça só pra não ficar sem resposta.

Se fosse dessa forma, uma amiga minha brasileira trabalha com Real Estate em Miami. Quando falei pra ela que tava pensando em comprar um 2 quartos de 480 mil no Rio, ela falou. Faz isso não, compra 2 aqui em Miami, aluga por 5% ao ano ( em dólares) e paga seu aluguel no Brasil.

Pior que comecei a considerar a possibilidade viu.

Kássia Tavares disse...

Acho que o vale dos preços em Miami já passou. E tem muito imposto lá, inclusive. Parece que o ITCD deles é de extorsivos 55%. E para dizer a verdade, acho Miami um lixo total. Prefiro 10 vezes o Rio.
Cidade dos EUA que presta é San Francisco. Vai ver os preços em SanFran...lá não teve bolha nenhuma. Nova York acho outra porcaria.
Aliás, morar nos EUA é roubada geral. 10 vezes melhor o Brasil. Sem comparação.

Kássia Tavares disse...

WDC tem boa qualidade de vida. Acho bem melhor que NY.
http://www.politicaeconomia.com/2012/06/washington-dc-fotos.html

Anônimo disse...

Aproveita e aprende para não passar vergonha. A frase "crise na construção aumentam" não existe no texto, foi você que a criou. A frase original "Compradores desaparecem e aumentam a crise na construção" poderia ser escrita de forma diferente "Compradores desaparecem. Aumenta a crise na construção", mas na forma que está não é incorreta (os compradores desaparecam/os compradores aumentaram a crise).

É o típico "sujo falando do mal lavado". Faz criticas ao português e a falsificação de informações de outro, mas você mesmo age da mesma maneira.

Kássia Tavares disse...

Aproveita e aprende para não passar vergonha. A frase "crise na construção aumentam" não existe no texto, foi você que a criou. A frase original "Compradores desaparecem e aumentam a crise na construção" poderia ser escrita de forma diferente "Compradores desaparecem. Aumenta a crise na construção", mas na forma que está não é incorreta (os compradores desaparecam/os compradores aumentaram a crise).

Você não tem condição de ensinar nada. Pelo menos enquanto não aprender que o verbo concorda com o sujeito em número, portanto "aumentar" deveria estar no singular. A segunda opção de frase não faz nenhum sentido. Desde quando comprador aumenta crise? rs..rs..

Anônimo disse...

Quando ele não compra, como agora.

Kássia Tavares disse...

Você tem problemas com a lógica. Quem "não compra" não é um "comprador".

Anônimo disse...

Não, ele é o desespero de gente como você, que vê o mercado travado, está com um bolhudo na mão e pateticamente tenta passar a imagem da valorização ad infinitum.

Kássia Tavares disse...

Estou muito desesperada...kkkkk

Anônimo disse...

Se você está, imagina quem comprou no Noroeste...

Kássia Tavares disse...

Quem comprou no Noroeste em 2009 pagou preços de 6 ou 7k /m2, e estão todos felizes e contentes recebendo seus imóveis no bairro que tende a ser o melhor de Brasilia.

E quem não tem dinheiro para comprar lá, só resta disseminar ranço na Internet como você. Inveja pura.

Faz o seguinte: volte para o Bolha Imobiliária, que é o habitat dos losers como você...mané!



Anônimo disse...

Quem comprou em 2009 por 7k hoje tenta vender por 10k. Mas o que se vê são descontos de 20%, saindo por 8k. Contente com uns 5% ao ano?! Não é isso, estão é aliviados por terem se livrado sem prejuízo, o que não vai acontecer em 2013, o ano do pico, quando quem "não vender agora, vai vender mais barato!".

Anônimo disse...

Tá aí, um post que vale a pena... valeu tia, a música é boa, mas os teus comentários e artigos são... desculpe a franqueza, lixo.

Kássia Tavares disse...

5% ao ano alavancados está ótimo. Representa entre 15% e 25% no investimento. E logo se vê que vc é do site bolha imobiliária, já que vem aqui mentir: desde quando se vende a 8k/m2 no Noroeste, hoje? A média está acima de R$ 10.500 reais o metro quadrado no Noroeste. Até encontra menos que isso, mas em unidades poentes, com sol da tarde, 1 ou 2º andar ou voltados para outros prédios. Ocorre que tais unidades foram vendidas a menos de 6.5k/m2 no lançamento, algumas a menos de 6k/m2.
Enfim, quem está desesperado são os losers que moram de aluguel e ficam desesperados todos os anos com os aumentos consecutivos dos alguéis acima do IGP-M. E pior que têm que aceitar os abusos dos proprietários de bico fechado, pois se eles não querem, tem mais um monte de gente que quer.
Se eu estivesse nessa situação, ficaria realmente desesperada, ainda mais vendo os preços só subirem...rs...rss..Sorry..losers...continuem a acreditar em bolhotas que vcs vão parar em Águas Lindas de Goiás.....kkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

A Bolha imobiliária não existe. O que existe é Papai Noel ou coelhinho da Páscoa. Juro que vi os dois num Shopping aqui perto de casa no ano passado. Para quem jura que sabe tudo sobre imóvel, recomendo ver o filme "WALL STREET: O DINHEIRO NUNCA DORME". Após ver esse filme, cabe a você mesmo decidir em quem acreditar.

Anônimo disse...

Você leu alguma coisa além do título falso da matéria? Rossi está dando 30% de desconto, Realton 40%. Imagina quem te escutou e comprou "agora para não pagar mais caro no futuro" e logo depois vê o apartamento baixar 30%/40%. Que investimento!

Kássia Tavares disse...

Isso mesmo. Palminhas para você - que acha que sabe tudo de mercado imobiliário depois de ver um filme de Hollywood! Assim você vai longe mesmo!

Kássia Tavares disse...

E vc tá fazendo o que aqui, então? Gosta de trash, por acaso? kkk

Anônimo disse...

Como é possivel alguem ser chamada de lixo na propria casa?

Kassia, tenho que concordar: seu espaço é um lixo.

E mais, nunca tinha visto alguem tomar bordoada de todo mundo no proprio espaço...

Voce me causa vergonha alheia.

Kássia Tavares disse...

Para você o nível de importância que eu dou a esses comentários...
O sujeito é tão ignorante que só chama de lixo, mas não é capaz de enumerar um único argumento para sustentar sua tese. E você ainda tem vergonha alheia? Rs..rs..Isso é um bolhota!

Anônimo disse...

Kássia, sua resposta beira a estupidez total. Eu fiz uma recomendação simples pois não cabe a mim dar aulas aqui sobre a dinâmica do mercado imobiliário aqui. Posso apontar diversos estudos brasileiros e internacionais sobre isso, mas não é o caso. Quando você estava se formando em Comunicação Empresarial (???) na USP eu já tinha mais de 20 anos de graduação em Engenharia Civil pela própria USP. Meça o tamanho de suas fraldas e sua inexperiência antes de tentar menosprezar o comentário de alguém que você não conhece. palminhas para você, querida, por ter um pseudo comentário do fernando Pessoa em seu Facebook. Continue plagiando trechos de textos literários e criticando investimentos financeiros que, acredite, são feitos desde séculos passados. Você não é nada mais do que uma ovelhinha guiada pelo governo e pelos oligopólios das construtoras. No seu caso, nunca será uma loba ou pastora. Vai continuar é pastando graminha mesmo. Cuidado com os estrumes de seus semelhantes, OK?

Anônimo disse...

Kassia Tavares, sugiro que você gaste até o seu íltimo centavo investindo em imóveis agora. Se não tiver dinheiro, financie. Se não puder finaniar, vá até um agiota. Afinal, o investimento em imóveis é constante e sustentável. Daqui a 4 anos poste seus resultados mas, até lá, favor não falar sobre o que não domina.

Kássia Tavares disse...

Posso apontar diversos estudos brasileiros e internacionais sobre isso, mas não é o caso.

Bom, eu não apenas ameaço que posso apontar estudos brasileiros e internacionais. Eu, de fato, aponto, e, inclusive, escrevo artigos sobre eles, como o do modelo de Yale/BIS, abaixo.

http://www.politicaeconomia.com/2011/09/o-que-explica-valorizacao-nos-precos.html


Quando você estava se formando em Comunicação Empresarial (???) na USP eu já tinha mais de 20 anos de graduação em Engenharia Civil pela própria USP.

Então vc é formado em Engenharia Civil na USP e não consegue ir além dos argumentos de autoridade? Palminhas para você II!!!

Kássia Tavares disse...

Querido, em 2010, quando aquele site bolha imobiliaria foi criado para servir de canal de expressão de frustrações, eu já tinha comprado e vendido vários imóveis. O problema é que vcs não têm sequer a capacidade de perceber o quão newbies nesse mercado vocês são. E a sugestão acima é só uma confirmação disso. Mas, pelo menos, vcs são divertidos. A inocência e a ignorância sempre têm a sua beleza, não é? rs..rs..

Anônimo disse...

Kássia, obrigado pelos aplausos. Não cabe a mim ARGUMENTAR aqui, isso é papel seu. Esse espaço é para COMENTÁRIOS, correto? Foi isso que eu fiz, comentei sobre um filme (que você pelo visto não viu) e você já veio toda toda (ui ui ui) se achando. Perdeu dias e dias para escrever essa porcaria de post e agora fica querendo brigar no próprio post. Sou, sim, formado em Civil pela USP, mas não quero provar isso para ninguém. Sugiro que você veja o filme e se identifique com o personagem da Susan Sarandon. Enquanto não ver o filme, guarde suas palminhas para seu espelho.

Anônimo disse...

Quanta arrogância!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Por que será que a Kássia se incomoda tanto com o site da bolha imobiliária? Será que as pessoas estão deixando de comprar, e a imobiliária dela está tendo menos lucro?

Kássia Tavares disse...

Eu A-D-O-R-O o bolha. Um dos melhores sites do humor involuntário da Internet..kkkkkkkkk

Visitante Carioca disse...

Eu tb adoro seu site pelo mesmo motivo. hahaha

Richard disse...

"Mas, pelo menos, vcs são divertidos."

Me responda Kássia.
Você acha também divertido ver várias famílias escravizadas(endividadas por causa da situação atual) ???

Kássia Tavares disse...

Eu não tenho nada a ver com a vida dos outros.
Entretanto, é muito melhor as pessoas se endividarem para comprar seu imóvel, que formará um patrimônio da família no longo prazo, do que pagar aluguel (que é custo).
Nesse sentido, acho muito bom que as pessoas peguem seus financiamentos e comprem seus imóveis, pois isso é um INVESTIMENTO, ao contrário do aluguel, que é um GASTO.
Sendo assim, é correta a política do governo de incentivas as pessoas a adquirirem imóveis.

Anônimo disse...

Kassia, você já viu o índice Fipe/Zap de preços dos imóveis de quatro quartos em Brasília?

Caiu "só" 11% este mês, e 8% mês passado. E mais de 1% de queda no mês para a cidade inteira.

Isto não me parece um mercado super aquecido onde se ganha 20% ao ano em valorização.

Na verdade nos ultimos 12 meses a valorização em Brasília foi de 2.7%. Imagina quem comprou na planta e vai ter que pagar mais de 7% só de INCC este ano!

Anônimo disse...

Financiamento = Investimento ????
Financiamento = Principal + Juros
Juros = Guest what??? GASTO!!!!
Grande parte da população Brasileira acaba lendo materias como esse seu ultimo comentário e se endivida por 30 anos e apenas de juros paga um outro apartamento. Ela não pensa em economia quando pode para dar de entrada e reduzir o juros do financiamento e etc...Um imóvel financiado não é da pessoa, ele pertence ao banco e a pessoa só o terá se após os 30 anos pagar 2x o valor do imóvel; portanto tenha responsabilidade nas suas colocações.
Por fim, ainda não ouvi uma justificativa sua para a manutenção ou aumento de preços dos imóveis, no bolha imob são citados diversos dados e informações. Por favor, não me diga sobre Copa, Olimpiada ou nivel do cimento....

Kássia Tavares disse...

Você não sabe do que você está falando. É apenas mais um newbie opinando sobre o que não tem a menor noção de como funciona.

Eu escrevi um artigo detalhado sobre a queda de preços dos imóveis, especialmente os de quatro quartos em Brasília, leia aqui:

http://www.politicaeconomia.com/2012/11/o-que-explica-queda-dos-precos-de.html

Mas eu resumo para você: os imóveis NÃO CAÍRAM DE PREÇO em Brasília, e muito menos no Plano Piloto, como está provado no meu artigo acima. O índice de preços caiu pois entraram milhares de novos apartamentos de quatro quartos no mercado, em áreas menos valorizaras, e, portanto, com preços menores. Isso elevou a amostra e fez o índice cair, mas os imóveis existentes não caíram de preço.

Esta é a diferença entre eu e vocês, bolhotas: eu sei do que estou falando e provo o que falo. E não sou ludibriada por falsificações baratas de certos sites por aí.

Kássia Tavares disse...

ele pertence ao banco e a pessoa só o terá se após os 30 anos pagar 2x o valor do imóvel;

De 2008 a 2012, em BSB, os preços multiplicaram por três, no mínino. De 1999 até 2011, os preços dos imóveis em BSB multiplicaram por 8.

Ou seja, se vc paga 2 vezes no financiamento de 30 anos, mas o imóvel sobe 8 vezes em 10, ou 3 vezes em 3 anos, então até um bolhota como você é capaz de perceber que é um ótimo negócio.

Mas se vc não perceber, ok, continue a achar que vc é muito esperto, que, quando vc chegar a essa conclusão, um investidor vai vender um imóvel para vc. E vc vai ficar feliz, e, ele, mais ainda. rs..rs..

Visitante Carioca disse...

Eu acho que a "profissional" corretora imobiliária Kássia Tavares engoliu a "pessoa" Kássia Tavares, mulher, sei lá quantos anos, solteira, brasileira.

É impossível crer que vc realmente acredita no que vc fala enquanto corretora realmente seja o que você pensa enquanto pessoa.

Só profissionais operam alavancados com qualificação e expertise em QUALQUER mercado de ativos NO MUNDO.

Por que no Brasil, onde apenas 4% da população tem Ensino Superior, e mesmo dentre esses 4% uns 3,5% são das áreas Humanas não aplicadas, você crê que as pessoas tem discernimento e compreensão para alavancarem-se por 35 anos e acharem que estão fazendo um bom negócio?

As pessoas estão se esquecendo que um imóvel são apenas tijolos de barro e concreto, cimento. Não é um ativo produtivo (quando não é comercial). A única produção que poderia ser qualificada a ele é o de prover moradia mediante aluguel, mas se 40% das pessoas no mercado são investidoras e 70% das pessoas possuem casa própria, hmmm, essa conta dá: 70%+40% = 110%, isso significa que pelo menos 10% da oferta está sem função social e econômica alguma.

Eu acho que quando acordarem e se tocarem de que o papel social e econômico de um imóvel (sua função primordial, única e exclusiva) é prover moradia, e perceberem que um bem não pode se valorizar per se, só por ser o que é, muita coisa vai voltar à normalidade.

Anônimo disse...

Primeiro, de 2007 a 2011 os imóveis duplicaram e não triplicaram.

Segundo, isto que ocorreu foi um fenômeno diferente, se formos analisar os preços dos imóveis de 20 anos para cá.

Terceiro, pagar juros nunca é um ótimo negócio, somente para o banco.

Quarto, de 2011 para cá, os imóveis mantiveram o preço, e a tendência é que isto continue, pois há muitos imóveis sendo entregues e a oferta de imóveis usados também só aumenta, pois poucos são os negócios concretizados. Basta acessar os classificados e ver que o número de imóveis anunciados somente aumenta.

Kássia Tavares disse...

Desculpe: você não tem noção do mercado em BSB. Eu conheço imóvel vendido por R$ 270k em 2006 e vendido por R$ 750k em 2011. No plano piloto a média de valorização foi de 2 a 3 vezes o valor.

Anônimo disse...

Kássia, os investidores não estão felizes não. A grande maioria deles, principalmente os que compraram imóveis em Águas Claras, Park Sul e Noroeste estão com uma grande bomba nas mãos. Imóveis caros, de pouca e difícil liquidez, saldos devedores aumentando vorazmente, a dívida só aumentando.

Muitos estão entregando o imóvel pelo preço que pagaram, sem receber um centavo de lucro.

E os que estão preferindo fazer distrato com a construtora estão tendo prejuízo, pois descobriram que pagaram mais pelo imóvel do que consta no contrato, pois pagaram a corretagem em separado.

Kássia Tavares disse...

Sim, claro, felizes estão os que estão pagando aluguéis cada vez mais caros, e tendo que aceitar reajustes anuais (as vezes semestrais) acima do IGP-M de bico calado (pois a opção é a rua), e torcer por bolhotas estourarem para poder sonhar em comprar imóvel....kkkkkkk

Anônimo disse...

Quem está sofrendo com reajuste é quem está comprando imóveis. Estes sim. Quem comprou um apartamento de R$ 500.000, com saldo devedor de R$ 350.000, só de INCC vai pagar uma média de R$ 78.000 só de juros do INCC.

Ou seja, o saldo devedor que há 3 anos era de R$ 350.000, hoje passa dos R$ 430.000.

E ao financiar, como pagará o dobro em virtude de juros, será obrigado a gastar uma média de R$ 680.000. Belo negócio. Uma dívida de R$ 350.000 pulou para R$ 680.000.


Anônimo disse...

E para financiar R$ 430.000, veja que beleza:

Renda Exigida R$ 21.440,23
Amortização R$ 2.388,89
Juros R$ 3.887,92

Prestação R$ 6.432,07

A primeira prestação você paga R$ 6.000, sendo quase R$ 4.000 só de juros.

Enquanto isso, o aluguel deste apartamento não sai por mais de R$ 2.000.

Só você mesmo Kássia, querer que alguém entre na furada de financiamentos a juros altíssimos.

Mas claro, você está de olho na sua corretagem. Detalhe.

Visitante Carioca disse...

Mas anonymous das "20:48 do dia 07 de novembro de 2012" (aqui tem muito anonymous, rss), não sei o porquê a kássia implica com quem mora de aluguel.

Aluguel também paga comissão, e ainda é mais elevada, varia de 10% a 20% do valor do aluguel. Deve ser porque o nível de valores não é tão elevado quanto numa transação de venda.

O aluguel também é um f(p(t)), é função do preço do bem que é função do tempo.

Não se esqueça Kássia, imagina o que seria da vida dos seus investidores se não houvessem os inquilinos.

É meio a parábola do Mitt Romney, ele quer votos pq é um candidato a cargo eletivo, mas como ele vai querer votos se chama os que votam nele de evasores de impostos?

Ele quer governar aqueles que lhes pagam seus salários, mas quer chamá-los de maus patrões, mas os patrões que precisam contratá-lo. rsss. È uma ciranda viciosa.

A mesma coisa ocorre contigo e seus investidores e sua opinião quanto ao aluguel.

Kássia Tavares disse...

Não implico com quem paga aluguel.
Implico com quem fala que pagar alguel é o melhor negócio do mundo.
Não é.
Quem acha que alguel é o melhor negócio do mundo são os mesmos que estão no bolha imobiliária há 2 anos pagando mico esperando o milagre das bolhotas que farão os imóiveis baixarem de preços.
Desde que eles começaram a pagar mico publicamente lá, os imóveis já subiram 60%.
Em resumo: quem quer pagar aluguel que pague. Não tenho nada a ver com a vida de ninguém. Só não venha me dizer que "financeiramente é o melhor negócio do mundo", pois o show de lamentações do bolha imobiliária está aí exatamente para provar que não é.

Anônimo disse...

Você implica com quem paga aluguel sim, em diversas vezes você debochou de quem mora de aluguel.

Onde os imóveis já subiram de 60% de 2010 para cá? De 2010 para cá estão praticamente estagnados. Em Águas Claras, cobrava-se em 2010 R$ 5.000 o metro quadrado, hoje se encontra muito apartamento por menos que isto.

Em 2010 no Noroeste era R$ 9.000 o metro quadrado, hoje, pedem R$ 10.000, mas com as promoções, o preço fica abaixo do que pediam em 2010.

Cadê alta, Kássia? A alta nos preços é passado. O presente e futuro é queda nos preços. Vai doer sim, vai, mas é a realidade.

Kássia Tavares disse...

Nunca debochei de quem mora de alguel. Eu tiro um sarrinho, sim, de quem fala que "pagar aluguel é o melhor negócio do mundo". Mas se a pessoa não tem outro jeito, vai fazer o quê?

Se bem que hoje financiamento de 35 anos facilitou muito, e se a pessoa juntar uma entrada, consegue comprar algo compatível.

E tem a vantagem de que quando termina de pagar o imóvel faz parte do patrimônio da família, ninguém te tira de lá (desde que se pague em dia - mas com o alguel é a mesma coisa), você pode alterar, e ainda não corre o risco de ser expulso do local em uma situação de elevação dos preços.

Enfim, quem mora de alguel por opção, não tenho nada a ver com isso. A única coisa que acho que não é bom negócio como muitos falam por aí. Aí sou obrigada a mostrar que não é verdade.

Veja a situação desse casal no vídeo a seguir:

http://www.youtube.com/watch?v=Xu9U30GhFQg

Anônimo disse...

35 anos pagando prestação?

E diante da alta nos preços, provavelmente irá comprar um apartamento ruim e um local ruim.

Compensa?

Como já dizia meu avô, negócio se faz quando está na baixa. E o preço dos imóveis está na alta.

Portanto, não é hora de comprar um imóvel, muito menos se enforcar em um financiamento de 35 anos.

Visitante Carioca disse...

Kássia, na boa, você fala dos bolhotas postando notícias do PCO mas já tá repetitiva com os vídeos da loira jornalista e desse casal neerlandês.

Legenda outros vídeos da internet aí e coloca coisa nova pra se ver. Com criatividade.

Anônimo disse...

Por que você tem tanta raiva de blogs que falam a respeito da bolha imobiliária? Seus negócios estão sendo prejudicados, por acaso?

Se as pessoas estão deixando de comprar, não é por conta de blogs, mas pelos preços altos e consequência de atitudes das construtoras, como acabamentos ruins e demora na entrega.

Anônimo disse...

E você é a dona da verdade? Você não mente?

Então releia o que você afirma na postagem a respeito da cobrança da corretagem, publicada em 18 de junho de 2012, com o título: "Taxa de corretagem de imóveis na planta: é direito do consumidor saber quanto está pagando"

Os Ministérios Públicos estão agindo em defesa dos cidadãos, ao coibir que imobiliárias façam a cobrança da corretagem dos compradores de imóveis na planta, o que é ilegal.

Anônimo disse...

O Vídeo das pessoas que não tem dinheiro para comprar kitinete é ótimo. Ainda bem que não tem este dinheiro. Pagar mais de 200 mil reais para comprar apartamentos minúsculos de 25 metros quadrados e morar em área comercial é muita loucura.

Pelo menos eles pagam um aluguel, qualquer coisa vão morar em outro lugar melhor. Agora quem comprou está pendurado no financiamento.

Ha - ha - ha

Anônimo disse...

Vou começar a investir em imóveis 30% ao ano está muito bom pois tenho meu dinheirinho na poupança e ela só ta pagando 0,5% ao mês, obrigada Dona Kassia a senhora é muito esperta
e boa gente orientando as pessoas, que Deus te ilumine e te de em dobro tudo que desejas
pros outros !

Anônimo disse...

Kassia disse:

"...acho Miami um lixo total. Prefiro 10 vezes o Rio."

Parei de ler por aqui, pois somente por esse comentário dá pra notar a falta de conhecimento.

RMAICY disse...

Caros, esse negócio de bolha é falácia. Aqueles que não se planejaram ao longo da vida e que optaram por uma vida de consumo excessivo, gastando mais do que ganha comprando, por exemplo, carros 0Km todo ano ou "curtindo a vida adoidado" (rss), agora estão apostando numa bolha. Afinal, não seria legal comprar um apartamento agora por apenas 50% ou 60% de seu valor? Excelente negócio hein? Tem muita gente querendo entrar no trem da alegria. Os mesmos que falam hoje que o preço do imóvel está incompatível com a renda são os mesmo que falaram há 10 anos atrás e continuaram com a sua vida de consumo. Se vocês continuarem com esse argumento da bolha, daqui a 10 anos vocês estarão na mesma situação, pois ela não ocorrerá. abraços. PS: em alguns lugares o preço está muito inflacionado, mas isso não é regra, mas exceção.

RMAICY disse...

Caros, esse negócio de bolha é falácia. Aqueles que não se planejaram ao longo da vida e que optaram por uma vida de consumo excessivo, gastando mais do que ganha comprando, por exemplo, carros 0Km todo ano ou "curtindo a vida adoidado" (rss), agora estão apostando numa bolha. Afinal, não seria legal comprar um apartamento agora por apenas 50% ou 60% de seu valor? Excelente negócio hein? Tem muita gente querendo entrar no trem da alegria. Os mesmos que falam hoje que o preço do imóvel está incompatível com a renda são os mesmo que falaram há 10 anos atrás e continuaram com a sua vida de consumo. Se vocês continuarem com esse argumento da bolha, daqui a 10 anos vocês estarão na mesma situação, pois ela não ocorrerá. abraços. PS: em alguns lugares o preço está muito inflacionado, mas isso não é regra, mas exceção.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');