sábado, 30 de junho de 2012

Bolha Imobiliária? Saques do FGTS batem recordes em 2012

O setor imobiliário continua a apresentar crescimento em 2012, quando comparado a 2011. Um indicador desse mercado são os saques nas contas de FGTS para moradia, os quais são usados para aquisição de imóvel próprio.

Saques FGTS 2012
Dados fornecidos pela Caixa Econômica Federal relativos ao primeiro quadrimestre

Como pode ser visto no quadro acima, os saques nos primeiros quatro meses de 2012 superam os de 2011 e 2010 tanto em quantidade de saques como em valores, evidenciando que está se vendendo mais e a preços mais caros em 2012. Em valores, os saques em 2012 estão 16.38% superiores aos de 2011, e 24,9% superiores aos observados em 2010.

Essa pujança do mercado imobiliário decorre da expansão dos financiamentos, os quais permitiram aos consumidores adquirem imóveis mais sofisticados, ou mesmo um segundo - para investimento.

A expectativa para os próximos anos é de continuidade do crescimento, porém em ritmo menor que o observado de 2007 até agora. Além disso, a valorização será mais heterogênea, com alguns estados e regiões com apresentando melhor desempenho que outras.

Outro aspecto que permite uma evolução do mercado imobiliário é a continuidade de expansão do crédito imobiliário, que em 2012 continua a apresentar performance superior ao de 2011, conforme os dados do Banco Central do Brasil mostrados no gráfico abaixo.

Evolução do crédito imobiliário

Com informações: Audiência Pública do Presidente do BC no Senado




3 comentários:

Alexandre disse...

Que pais vc vive gracinha, os preços atuais estão impossiveis de serem praticados, não é preciso muito exforço para se perceber isso.

Daniel Seixas disse...

O montante dos saques por si só evidenciam muito pouco e não permitem concluir sobre a pujança (sic) do mercado. É mais importante analisar o % desses saques em relacao ao volume do fundo administrado pela CEF. Mais importante ainda é analisar o volume de vendas como indicador de pujança do mercado. Evidente que ao analisar o indicar mais importante, a conclusão seria outra, daí a omissão da autora.

Trata-se de mais uma falácia da autora (ref. critical thinking literature), desta vez uma generalização apressada (hasty generalization). A presença de falácias é consistente com vários outros artigos orgulhosamente exibidos neste site, ricos em incoerências e de argumentação simplória.

Sysrei disse...

Minha esposa e eu desistimos de comprar. Alugar por incrível que pareça vale muito mais a pena. Pois o juros e os preços especulativos desses imóveis tirou nossa vontade.
Dizem que alugar é pagar algo que não é nosso, mas um financiamento de 30 ou 35 anos é a mesma coisa, ou pior. Pois se pagarmos aluguel e pouparmos, no final ainda teremos dinheiro.
Ele vai defender essa especulação com unhas e dentes pois depende disso.
Mas aqui em Santos já tem corretor desesperado.E só vemos prédios vazios ou parados por não ter compradores suficientes.
O fato de saque de fgts se deve a muita coisa, as pessoas é óbvio que vão atrás de qualquer fonte de renda tanto quanto que perde o emprego.
Ricardo Amorim é um vendido com seu contrato com a rede Globo além de ter envolvimento com políticos.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');