quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Santuário dos Pajés: chega ao fim a "viagem" dos desocupados da UNB

Está chegado ao fim o impasse entre alguns índios de araque do DF e as construtoras do Setor Noroeste em Brasília. Segundo informa o Correio Braziliense, decidiu-se que os "índios" que habitam irregularmente a área serão removidos para outro local localizado entre a Água Mineral e o Noroeste.

Santuário dos Pajés - Noroeste - Brasília

Esse evento é interessante e cômico, pois despertou o interesse de alguns dos desocupados que se eternizam em cursos de humanas da UNB - como Letras ou Antropologia. Esses "estudantes", alguns dos quais adeptos de produtos famígeros heterodoxos - como a maconha, por exemplo - após o consumo desse produto, permaneciam em um estado alucinógeno acreditando estar dentro do próprio filme AVATAR, protegendo a "Grade Árvore".

Assim, tais espécimes, devidamente "loucos" após alguns pegas, reuniam-se diariamente no Setor Noroeste de Brasilia para tentar impedir que os outros façam o que eles não tem a menor noção do que seja: TRABALHAR. O fato é que esses estudantes da UNB não só não estudam como também não trabalham, e vivem de mesadas de mamães e de vovós, motivo pelo qual têm tempo infinito para perder em suas pirações.

Felizmente, o governo do DF colocou um fim na brincadeira fazendo um acordo direto com os interessados - os índios, o que garante a continuidade da construção do Setor Noroeste - que será o primeiro bairro ecológico do Brasil.

Bairro ecológico

O Setor Noroeste está numa localização privilegiada na Asa Norte, rodeado de áreas verdes, como o Parque Burle Marx e a Água Mineral. Sua concepção faz parte do Projeto Brasília Revisitada, elaborado entre 1985 a 1987 pelo urbanista Lucio Costa, personagem importante na criação do projeto da capital. O diferencial do Noroeste começa no seu próprio conceito: ele é projetado para ser o primeiro bairro ecológico do Brasil e terá 20 quadras.

Com informações: Correio Braziliense

8 comentários:

Kássia Tavares disse...

Ei AleS, se lúcido seria difícil você conseguir debater no meu blog, que dirá com esse tipo de "barato" que você aparenta estar "usando" nesse momento. Na boa, filho, o local que vocês usavam para se imaginarem defendendo a Grande Árvore vai virar a garagem do meu prédio....Sorry.

Unknown disse...

"o local que vocês usavam para se imaginarem defendendo a Grande Árvore vai virar a garagem do meu prédio....Sorry." --- Adoreiiiiiiiii...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.....Apoiadíssimo!!

Astronalta Libertado disse...

pior que pobre, é só gente rica e arrogante.

Astronalta Libertado disse...

riqueza matérial no caso de vcs e pobreza de espirito. É melhor esplicar, pq pessoas que tem muito dinheiro tem dificuldade de entender coisas que não seja o proprio umbigo.

Kássia Tavares disse...

"esplicar"!!???
Você também é "estudante"? Se for, melhor voltar para as aulas de Língua Portuguesa, ok? Aprende: explicar é com "X".

Kássia Tavares disse...

Parabéns ao GDF: Lugar de desocupado filhinho de papai metido a ambientalista é na cadeia:

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2011/11/policia-prende-12-apos-novo-conflito-sobre-reserva-indigena-no-df.html

Raquel Mendes disse...

egoísmo e falta de cultura aqui estão dominando!
causa séria, que envolve toda uma história...SANTUÁRIO NÃO SE MOVE!

Kássia Tavares disse...

Sim, Raquel, Santuário não se moverá mesmo: ficará confinado nos 4,1 hectares, como determinou a Justiça.

Postar um comentário

Observação: comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo, racista, homofóbico ou de teor neonazista ou fascista (e outras aberrações do tipo) serão apagados sem prévio aviso.

alert('Olá prazer em conhecê-lo!'); alert('Olá ' + comment.authorUrl + ', prazer em conhecê-lo!');